Home / Destaque / 75 anos da Finisterra são motivo de “confiança e esperança no futuro”, diz Vasco Cordeiro (c/áudio)
75 anos da Finisterra são motivo de “confiança e esperança no futuro”, diz Vasco Cordeiro (c/áudio)

75 anos da Finisterra são motivo de “confiança e esperança no futuro”, diz Vasco Cordeiro (c/áudio)

O Presidente do Governo Regional dos Açores marcou presença esta quarta-feira na sessão solene comemorativa do 75.º aniversário da Finisterra – Cooperativa de Lacticínios do Topo, destacou o trabalho desenvolvido por esta instituição ao longo dos anos e a dimensão e importância que assume, não apenas ao nível da ilha de São Jorge, mas num setor de grande importância para a economia regional.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo salientou a importância do movimento cooperativo e apontou a necessidade de perspetivar o futuro, deixando “uma mensagem de confiança e de esperança, mas não de ingenuidade ou de irresponsabilidade”.

Vasco Cordeiro recordou os anos recentes de dificuldades e até de algum desânimo que afetaram o setor cooperativo de S. Jorge, para salientar o “percurso consistente” feito pelas cooperativas, de “recuperação e estabilização da sua situação, de melhoria do relacionamento com os produtores, através do pagamento do leite, de melhoria da qualidade do queijo”, mas também “o empenho na procura de novos mercados”.

Vasco Cordeiro recordou que compete ao Governo Regional ajudar a criar condições para ultrapassar esses desafios, apontando a disponibilização de sistemas de incentivos públicos ao investimento privado, nomeadamente ao nível do ProRural+, que tem registado “uma resposta significativa de adesão quanto à oportunidade dos investimentos”.

Nesse sentido, adiantou que, em São Jorge, há mais de quatro dezenas de agricultores com projetos aprovados para modernizar as explorações desde o início deste programa, num investimento que se aproxima dos três milhões de euros, enquanto ao nível da Região são mais de oito centenas de projetos de modernização de explorações agrícolas, que significam um investimento de 94 milhões de euros e que “contribuem para uma agricultura mais forte, mais competitiva e mais preparada para ultrapassar esses desafios”.

O Presidente do Governo anunciou ainda esta quarta-feira, em São Jorge, que o Executivo vai apresentar nas próximas semanas uma proposta de regime jurídico de apoio à agricultura familiar nos Açores, tendo em vista reforçar a sua competitividade e o contributo para o desenvolvimento da Região.

 

 

 

 

GaCS/LA/RL Açores

Fotografia: ©Mark Marques|Info-Fajãs

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top