Home / Cultura / A saudade de quem parte e a felicidade de quem regressa – 32ª Semana Cultural das Velas começou esta quinta-feira sob o tema “Emigração” (c/áudio)
A saudade de quem parte e a felicidade de quem regressa – 32ª Semana Cultural das Velas começou esta quinta-feira sob o tema “Emigração” (c/áudio)

A saudade de quem parte e a felicidade de quem regressa – 32ª Semana Cultural das Velas começou esta quinta-feira sob o tema “Emigração” (c/áudio)


A Vila das Velas está em festa. Começou esta quinta-feira a 32ª edição da Semana Cultural que durante quatro dias pretende trazer muita animação. Sob o tema “Emigração” coube ao presidente da autarquia velense abrir oficialmente as festividades. Luís Silveira evidenciou as chegadas e partidas que sempre marcaram a ilha de São Jorge a nível da Emigração.

“Todo o caminho tem dois sentidos”, por isso o presidente do Município de Velas enalteceu sempre aquela que é a vontade de regressar dos emigrantes.

O autarca que aproveitou para homenagear várias histórias de vários emigrantes, dizendo mesmo que “a emigração é um legado e um património que orgulha”, facto a que leva a 32ª edição da Semana Cultural das Velas reger-se por esta temática carregada de sentimento e simbolismo.

A presidir à Cerimónia de Abertura da 32ª edição da Semana Cultural das Velas esteve Rui Bettencourt, Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas que fez questão de enaltecer a felicidade que era estar nas Velas a celebrar uma festa com tão importante tema como a “Emigração”.

Rui Bettencourt aproveitou a ocasião para destacar a criação recente de um Conselho da Diáspora Açoriana.

O Secretário Regional disse mesmo que “os Jorgenses e Açorianos dignificam o nome dos Açores pelo mundo fora”.

 

Entrevista a Manuela Silveira que recebeu a Medalha de Prata do Município das Velas

E sendo a “Emigração” o tema central desta Festa, houve uma especial homenagem. Maria Manuela Silveira, filha de pais jorgenses, nascida na Terceira, mas todos os anos regressada a São Jorge, casada com um jorgenses e, claro, emigrante, desempenhou um importante papel na ajuda a vários emigrantes.

Manuela Silveira foi durante muito anos Vice-Cônsul do Consulado Português em São Francisco, na Califórnia, tendo, dentro do desempenho da sua profissão, ajudado muitos emigrantes que passavam por situações que ela própria conhecia bem.

Foi agraciada com a Medalha de Prata do Município das Velas e em entrevista à RL Açores não podia estar mais agradecida e emocionada com esta distinção, dizendo que foi uma surpresa e uma grande honra.

Manuela Silveira, emigrante que recebeu então a Medalha de Prata do Município das Velas por ocasião da abertura da 32ª Semana Cultural, este ano dedicada ao tema “Emigração”.

Liliana Andrade/RL Açores

Fotografias: CMV

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top