“Açorianos cansados das desculpas socialistas”, afirma Duarte Freitas

O presidente do PSD/Açores defendeu ontem que “a região não pode continuar a ter um governo que finge não existir sempre que se verificam problemas. E que foge dos açorianos quando é necessário dar explicações para os problemas que se verificam nas nossas ilhas. Os açorianos estão cansados das desculpas dos socialistas e querem um governo determinado em resolver problemas”, acrescentou.

“Há já um comportamento padrão no governo socialista açoriano: quando é para anunciar uma medida os governantes açorianos são os primeiros a aparecer, mas depois, quando é para explicar a situação calamitosa em que se encontra a SATA, as dívidas dos hospitais aos fornecedores, ou o desaparecimento de compromissos eleitorais não há ninguém para assumir responsabilidades”, disse Duarte Freitas, em Angra do Heroísmo, durante uma sessão comemorativa dos 40 anos do PSD/Açores.

Para o líder dos sociais-democratas açorianos “o que está a acontecer com o grupo SATA é bem um exemplo deste comportamento irresponsável dos socialistas”.

“O presidente do governo, e antes secretário regional da Economia, é responsável direto pela tutela política da SATA desde 2006 e o secretário dos Transportes, que antes de ser governante foi membro do conselho de administração da SATA, não podem fingir que não sabem o que se passa ou que não têm qualquer responsabilidade na atual situação”.

“Foi Vasco Cordeiro como secretário da Economia que nomeou Victor Fraga para o conselho de administração da SATA e foi Vasco Cordeiro que depois escolheu Victor Fraga para o governo regional. Não pode o presidente do governo fingir que não tem responsabilidades, nem o secretário regional afirmar que não sabe o que se passa porque muitas das atuais dificuldades operacionais da companhia estão relacionadas com as ordens políticas que foram dadas para a realização, por exemplo, de ligações ruinosas ao Brasil e de reforço de ligações com os EUA e Canadá para as quais a empresa, aparentemente, não estava preparada”.

Para o presidente do PSD/Açores, “é, por isso, tempo de o governo regional se desculpar menos, de explicar mais e de começar, efetivamente, a trabalhar para resolver os graves problemas que enfrentamos”.

Duarte Freitas manifestou, ainda, “estranheza pela atitude de alguns responsáveis socialistas que parecem os Pilatos dos tempos modernos, sempre tentando lavar as mãos dos problemas que criam”.

“A nova moda socialista é queixar-se da oposição. O governo não sabe governar, os secretários regionais arrastam-se por aí procurando desculpas sucessivas para os seus erros e os socialistas queixam-se é da oposição”.

O presidente do PSD/Açores deu, ainda, como exemplo a postura de alguns dirigentes socialistas que “nem reparam na sua própria incoerência. Só isso explica que ainda esta semana se tenha ouvido um dirigente socialista, no mesmo discurso, começar por queixar-se de uma suposta falta de propostas da oposição para acabar a classificar as propostas da oposição que o próprio afinal confessava existirem como vagas ou imprecisas”.

“Não é por causa dos ataques do PS e do Governo à Oposição que o PSD/A vai deixar de escrutinar o Executivo, aquilo que ele faz e aquilo que ele não faz, mas que devia fazer. E não é por causa dos ataques do PS e do Governo que o PSD/Açores vai deixar de continuar a ouvir os açorianos e apresentar as suas propostas de governação da Região. Mesmo que o PS as critique e o Governo regional as venha depois a implementar”, concluiu.

PSD Açores/RL Açores

Deixe uma resposta