Home / Destaque / Agricultores de São Jorge obrigados a enterrar animais mortos devido à selagem das lixeiras (c/áudio)
Agricultores de São Jorge obrigados a enterrar animais mortos devido à selagem das lixeiras (c/áudio)

Agricultores de São Jorge obrigados a enterrar animais mortos devido à selagem das lixeiras (c/áudio)

Os aterros sanitários de São Jorge já estão selados, algo que já está a gerar polémica na ilha, porque os agricultores vêm-se agora obrigados a enterrar os resíduos de origem animal e até mesmo os animais mortos, uma vez que o Centro de Processamento de Resíduos da ilha não recebe este tipo de resíduos.

A denúncia partiu do deputado do PSD eleito por São Jorge, António Pedroso, que considera que se está perante um retrocesso e um risco para a saúde pública.

A orientação dada pela Direção Regional do Ambiente é para que os agricultores enterrem os animais nas suas pastagens.

Para António Pedroso esta pode vir a revelar-se uma situação bastante prejudicial.

Também a Associação de Agricultores de São Jorge teme que esta situação leve os produtores a depositarem os animais, por exemplo, em ribeiras, considerando que é possível que nem todos respeitem as regras.

João Sequeira, o presidente da Associação, atribui responsabilidades a quem governa, considerando que a situação já devia ter sido acautelada.

O responsável pelos agricultores na ilha diz ainda que a melhor solução é encontrar um sítio, tanto no concelho da Calheta como das Velas, onde os agricultores possam depositar os animais mortos, relembrando ainda que o Centro de Processamento de Resíduos nem tem capacidade para receber os subprodutos do Matadouro.

Liliana Andrade/RL Açores

Imagem: ©Direitos Reservados

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top