Home / Politica / Alonso Miguel alerta para combate ao desemprego jovem nos Açores
Alonso Miguel alerta para combate ao desemprego jovem nos Açores

Alonso Miguel alerta para combate ao desemprego jovem nos Açores

O Presidente da Juventude Popular dos Açores, Alonso Miguel, alertou, esta sexta-feira, o novo Secretário Regional com a tutela da juventude para a necessidade de se criarem mecanismos de fiscalização aos programas de emprego na Região, bem como apostar-se na redução da taxa de desemprego jovem nos Açores, que ronda os 30%.

Numa reunião realizada, na sede da JP/Açores, em Angra do Heroísmo, na sequência de audições solicitadas pelo Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares a todas as estruturas partidárias de juventude nos Açores, Alonso Miguel focou o desemprego jovem como a principal preocupação, considerando que “o combate ao desemprego jovem, que se cinge atualmente nos 29,6%, tem que ser uma prioridade do mandato deste Governo Regional”.

Para o líder da “jota” popular “não se pode dizer que se querem criar condições para a emancipação dos jovens açorianos sem se criarem as condições para que os jovens tenham uma fonte de rendimento”.

Por outro lado, prosseguiu Alonso Miguel, em declarações no final da reunião, “alertamos ainda para a enorme panóplia de programas ocupacionais e de juventude que existem e sobre os quais não existem dados sobre a sua eficácia”, sugerindo que “o primeiro passo será o de avaliar a eficácia dos programas que existem para sabermos até que ponto é que são precisos novos programas ou se, simplesmente, é preciso é reformular e reavaliar os que já temos”, até para que se aumente a fiscalização, advertiu, uma vez que “todos conhecemos relatos de jovens que são utilizados por um conjunto de instituições e empresas que conseguem, de alguma forma, aproveitar os hiatos da lei. Urge contrariar isso e suprir as deficiências encontradas”.

Por fim, e saudando “a disponibilidade manifestada” pelo atual titular da pasta da juventude nos Açores, Alonso Miguel lembrou a Berto Messias que, no âmbito “do fomento da mobilidade juvenil importar regularizar as ineficiências que se registam com as tarifas SATA Interjovem, que não dão garantia de lugar nos aviões da SATA”.  Para a JP/Açores só se pode incentivar os jovens a viajar inter-ilhas e promover o turismo interno “se os jovens tiverem a possibilidade de reservar e planear a sua viagem”, até porque, frisou, “ninguém vai para o aeroporto sem saber se pode ou não embarcar até à hora da viagem”.

Alonso Miguel, que foi eleito Deputado Regional na sequência das eleições de 16 de outubro passado, lembrou, a este propósito que, “na legislatura passada, o CDS apresentou uma proposta que visava suprir esta lacuna, bem como o alargamento do Cartão Interjovem até aos jovens com 35 anos, pelo que sugerimos ao Sr. Secretário Regional que tenha em conta estas preocupações e que as possa implementar”.

GI CDS-PP Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top