Home / Açores / Ampliação do Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha permite novos serviços
Ampliação do Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha permite novos serviços

Ampliação do Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha permite novos serviços

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou hoje, no Núcleo do Lajido de Santa Luzia, no Pico, que a ampliação do Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha vai dar resposta ao “aumento significativo” do número de visitantes, melhorando a oferta turística nesta área classificada pela UNESCO como Património Mundial.

Luís Neto Viveiros, em declarações à margem da apresentação pública do projeto de arquitetura, salientou que vai ser aproveitado um edifício típico adjacente ao atual Centro, “numa perspetiva de aproveitamento e integração”, dotando-o de novas valências e de “mais conforto e melhores condições” a quem o visita, frisando que ”a procura tem sido crescente”.

Este Centro de Interpretação, que integra a Rede de Centros Ambientais dos Açores, recebeu até outubro cerca de seis mil visitantes, o que ultrapassa o número registado em todo o ano passado.

Com esta obra, orçada em cerca de 100 mil euros e que deve começar em novembro, o Governo dos Açores pretende não só melhorar a oferta turística, dotando o Centro de Visitantes com uma nova área de exposição e um local destinado à mostra e prova de vinhos produzidos nesta área classificada, como libertar espaço para os serviços.

O Centro de Interpretação da Paisagem Protegida da Cultura da Vinha do Pico encontra-se atualmente instalado num edifício de características solarengas, situado num dos núcleos mais peculiares da Paisagem Protegida da Cultura da Vinha, o Lajido de Santa Luzia, onde coexiste com a Sede do Serviço de Ambiente e do Parque Natural do Pico.

Inaugurado a 29 de junho de 2010, o Centro disponibiliza informações sobre os valores que compõem esta paisagem de características únicas.

GaCS

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top