AMT mostra novamente união no Quiosque do Triângulo, no Festival de Julho (c/áudio)

Pelo segundo ano consecutivo, as festas dos seis concelhos das três ilhas que compõem o triângulo acolhem um Quiosque do Triângulo.

A ideia é promover os produtos mais característicos das três ilhas, algo que segundo o presidente da Associação de Municípios do Triângulo tem dados bons resultados.

Em mais um festival de verão, mais um brinde ao triângulo.

Desta vez o palco do brinde foi o quiosque do triângulo no Festival de julho, na Calheta.

Para José Leonardo Silva, estes quiosques têm-se revelado uma mais-valia para os empresários locais, sendo esse um dos objetivos desta Associação.

De acordo com o presidente da Associação de Municípios do Triângulo, a aposta nestes quiosques nas festas concelhias foi um passo importante na promoção dos produtos locais.

Também Décio Pereira enalteceu a união que o triângulo vive de momento.

O autarca calhetense apontou a diversidade e a complementaridade como palavras-chave.

Décio Pereia evidenciou ainda que no caso dos produtos de São Jorge, o reconhecimento internacional já atribuído ao queijo e ao atum e santa catarina têm de se tornar em definitvo uma mais-valia para quem os produz.

Neste quiosque estiveram presentes os produtos mais característicos de São Jorge, Pico e Faial.

E em mais uma noite de Festival de Julho na Vila da Calheta foi a vez das filarmónicas do concelho desfilarem e fazerem soar a tradição mais alto.

Liliana Andrade/RL Açores

Fotografias: ©Info-Fajãs | Mark Marques

Deixe uma resposta