Açores

Ana Cunha solicitou à ANA Aeroportos avaliação concreta que defina os termos da ampliação e melhoria do Aeroporto da Horta


A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas solicitou à ANA – Aeroportos de Portugal um estudo concreto que conduza à “definição dos termos” da ampliação e melhoria da operacionalidade do Aeroporto da Horta.

Ana Cunha, que falava quinta-feira, em Lisboa, no final de uma reunião com elementos do Conselho de Administração da ANA/Vinci, salientou que é necessário “perceber de que forma é que a empresa vê este investimento, fundamental à segurança e à qualidade do serviço prestado pela própria empresa nesta infraestrutura”.

A titular da pasta dos Transportes, em declarações aos jornalistas, referiu que foi pedido “o ponto de situação do desenvolvimento do projeto e solicitado que diligenciassem no sentido de que fosse, de facto, assegurada uma avaliação – em conjunto com as entidades que foram incumbidas pelo Governo da República, que são a ANAC e o LNEC -, um estudo concreto que conduzisse à definição dos termos deste investimento”.

Para a Secretária Regional, “é necessário assegurar essa avaliação, em conjunto com as outras entidades designadas pelo Governo da República”, de forma a que se possam “definir os termos exatos deste investimento”.

Relativamente à construção das zonas de segurança (RESA) da pista do Aeroporto da Horta, Ana Cunha frisou que esse é um investimento “irrevogável, indispensável e que até decorre do contrato de concessão e da legislação em vigor”.

“Previamente a isto, haverá esta avaliação das entidades ANAC, LNEC e, esperamos nós, com a participação da ANA, mas o investimento das RESA mantém a sua calendarização inicial e foi-nos assegurado pela ANA que faz parte do plano de investimentos e não há qualquer alteração nesse aspeto”, afirmou.

A Secretária Regional lembrou que, além deste processo, existem outros investimentos que “constam já do Plano de Investimentos apresentado pela ANA para o período 2018-2022 em todos os aeroportos detidos por esta empresa na Região”.

No Aeroporto da Horta estão projetadas algumas obras, além da instalação das zonas RESA, como “a reabilitação do pavimento da pista, a segurança HBS e da rede de vedação, algumas intervenções de requalificação da aerogare, pavimento e teto falso, a remodelação da sinalização luminosa”.

Ana Cunha salientou ainda outros investimentos previstos, nomeadamente no Aeroporto de Ponta Delgada, relacionados com a cobertura da aerogare, numa intervenção do lado terra.

GaCS/RL Açores

Imagem: ©Direitos Reservados

Comment here