Home / Destaque / Apesar do esforço nenhum dos três nadadores da “Braçada Amiga” conseguiu terminar a travessia São Jorge – Terceira
Apesar do esforço nenhum dos três nadadores da “Braçada Amiga” conseguiu terminar a travessia São Jorge – Terceira

Apesar do esforço nenhum dos três nadadores da “Braçada Amiga” conseguiu terminar a travessia São Jorge – Terceira

Ficou por cumprir a travessia a nado São Jorge – Terceira. A iniciativa “Braçada Amiga” foi para o mar esta quarta-feira, mas nenhum dos três nadadores conseguiu chegar ao ponto de destino, as Cinco Ribeiras, na ilha Terceira, sendo que o último resistente foi Jacinto Costa que desistiu após 14horas de natação, 38km percorridos e a faltarem 9km para a chegada à Terceira.

Foi esta quarta-feira, pouco depois das 6h15 da manhã que Nuno Braga, Jacinto Costa e Rodrigo Rodrigues mergulhavam no Porto do Topo com o objetivo de conseguirem um feito inédito, chegar ao Porto das Cinco Ribeiras, na Terceira, por uma causa desportiva, mas acima de tudo, solidária.

No entanto e segundo informação divulgada pela rádio pública regional, o mar começou a fazer das suas e a travessia ainda nem tinha três horas desde o seu começo e o nadador Nuno Braga já tinha sido obrigado a desistir, tendo dado “literalmente de caras” com uma caravela.

De acordo com declarações do nadador à Antena 1 Açores, “não havia nada a fazer, o ritmo cardíaco desceu” e foi mesmo evacuado pelo barco salva-vidas, reconhecendo que “soube a pouco” depois de “tanto” treino.

Sempre com as caravelas a aparecer e o mar a não facilitar, Rodrigo Rodrigues nadou mais de 7horas, percorrendo mais de 20 km, mas acabou por desistir, perdendo a prova para o mar.

O participante disse mesmo que este “não era o dia”, o mar não estava bom e o dia não foi bem escolhido, assumindo as culpas e reconhecendo que é com os erros que se aprende, dando uma palavra de reconhecimento a toda a logística que considerou de “espetacular”.

Em prova restava Jacinto Costa, chegando a deixar no ar a enorme crença de que seria o primeiro a completar esta travessia inédita, mas mais uma vez a o fim de quase 14 horas a nadar, 38km nadados e a 9km de alcançar o ponto de chegada, acabou por desistir, chegando a Angra do Heroísmo “completamente esgotado física e emocionalmente” .

No entanto, mesmo tendo perdido a prova para o mar, Jacinto Costa deixou a promessa de que “a travessia São Jorge-Terceira vai ter novo capítulo”.

Antena 1 Açores/RL Açores

Fotografia: ©Braçada Amiga

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top