Apreensão de sete armas de fogo na ilha de São Miguel

A Polícia de Segurança Pública, através do seu Núcleo de Armas e Explosivos, do Comando Regional da PSP, apreendeu sete armas de fogo.

No âmbito de ações de fiscalização direcionadas aos proprietários de armas e à verificação das condições de segurança na guarda das mesmas, realizadas na ilha de São Miguel, foram apreendidas sete armas de fogo, (cinco espingardas, classe D, uma carabina classe C e uma pistola classe B1), por se encontrarem na posse dos proprietários fora das condições legais autorizadas, refere comunicado.

O Comando Regional da PSP informa ainda que, “de acordo com a Lei n.º 5/2021 de 19 de fevereiro, a vigorar desde 24 de fevereiro até 23 de junho de 2021, podem os cidadãos que tenham armas de fogo não manifestadas ou registadas, proceder à entrega voluntária a favor do Estado, junto da PSP ou requerer a legalização dessas armas de fogo, sem procedimento sancionatório”.

A PSP diz ainda que, em conformidade com a Lei n.º 6/2021 de 19 de fevereiro, “foi prorrogado o prazo até 31 de julho de 2021, para os proprietários de armas de fogo fazerem prova junto da PSP da existência de cofre/armário de segurança para guarda de armas”.

Imagem: Açoriano Oriental

Açoriano Oriental /RL Açores

Deixe uma resposta