Home / Politica / Artur Lima defende transformação da base das Lajes numa plataforma de desenvolvimento turístico do Grupo Central
Artur Lima defende transformação da base das Lajes numa plataforma de desenvolvimento turístico do Grupo Central

Artur Lima defende transformação da base das Lajes numa plataforma de desenvolvimento turístico do Grupo Central

O Presidente do CDS-PP Açores, Artur Lima, anunciou, esta terça-feira, que está a trabalhar com o Ministério da Economia no sentido de se “encontrar uma solução integrada de desenvolvimento económico da ilha Terceira e do Grupo Central”, nomeadamente, e para além de outras soluções, “transformando a base das Lajes numa plataforma de desenvolvimento turístico do Grupo Central”.

Após reunir com a direcção da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, de quem disse ter recebido “um parecer bastante positivo” às propostas que tem estado a tratar com vários dirigentes nacionais do partido com responsabilidades governativas na República, em particular com o Ministro António Pires de Lima, o líder dos populares açorianos anunciou que, “na próxima sexta-feira” volta a Lisboa para continuar a trabalhar “numa solução integrada de desenvolvimento económico” da Terceira e demais ilhas centrais do arquipélago.

“Como já disse, entendemos que é essencial envolver os privados nesta solução integrada de desenvolvimento económico da Terceira, do Grupo Central e, por conseguinte, da Região, pelo que viemos reunir com a Câmara de Comércio que nos deu um parecer bastante positivo às nossas propostas, aliás, algumas delas em perfeita sintonia com as pretensões dos empresários destas ilhas”, afirmou.

Para Artur Lima “é fundamental que se transforme a base das Lajes numa plataforma de desenvolvimento turístico e de distribuição de fluxos turísticos no Grupo Central e, para isso, andamos a trabalhar há muito tempo”, criticando os que “agora aparecem com anúncios avulsos, porque estamos em véspera de campanha eleitoral”.

Segundo o Presidente e Líder Parlamentar do CDS Açores “a solução tem que ser integrada”, ou seja, especificou, “tem que passar pelos voos das companhias low cost (que, como já disse, serão apresentados com todos os pormenores pelo Sr. Ministro Pires de Lima que virá à Terceira muito brevemente), mas também pela realização de voos charter para as Lajes, assim como pelo investimento na indústria, em particular da economia do mar”.

Para Artur Lima o plano de desenvolvimento que está a ser elaborado para a Terceira, na sequência da redução das forças militares americanas nas Lajes, para além “das componentes técnica e política, tem que ter também uma componente financeira que, como já anunciei ontem, possa dedicar fundos especificamente à economia no mar”, destacando a aposta que os populares fariam na aquacultura.

Fazer em vez de anunciar

“Não basta vir fazer anúncios, como veio recentemente a Sra. Secretária de Estado da Defesa, para aumentar a componente civil da base das Lajes, quando em três anos que desempenhou funções governativas nunca se lembrou que a base era militar. Para desenvolver o plano que agora está a ser trabalho não é com anúncios de campanha eleitoral; é criando condições para que naturalmente a componente civil das Lajes se fortaleça”, advogou.

Artur Lima apontou que, atualmente, “temos duas companhias comerciais (TAP e SATA) que já voam para as Lajes; se passarmos a ter uma companhia low cost a voar para as Lajes (como muito brevemente será apresentado pelo Sr. Ministro da Economia); se passarmos a ter voos charters a operar nas Lajes, tudo isto aumenta a componente civil daquele aeroporto e, naturalmente, aumentam as facilidades por parte dos militares. É assim que se faz. Não é ordenando aos militares para facilitarem! A sociedade civil, a classe política e os setores económicos e produtivos, é que tem que transformar a base das Lajes numa plataforma de desenvolvimento turístico da ilha Terceira e do Grupo Central”, considerou.

O Líder dos democratas-cristãos açorianos, que se fez acompanhar nesta visita à Câmara do Comércio de Angra pelo cabeça de lista da coligação CDS-PP/PPM “Aliança Açores” às próximas eleições Legislativas nacionais (Félix Rodrigues), pela Presidente do Conselho Económico e Social Regional do CDS e Deputada (Graça Silveira) e pelo Líder da Juventude Popular dos Açores (Alonso Miguel), reforçou ainda a necessidade de se complementar este plano integrado de desenvolvimento com “o bom aproveitamento” de uma verba de “15 a 20 milhões de euros” que será transferida pela República para “projetos de investimento reprodutivos e criação de emprego, nomeadamente na aquacultura e na economia do mar” na ilha Terceira.

Artur Lima finalizou informando que voltará “a Lisboa, na próxima sexta-feira, para continuar a trabalhar numa solução integrada de desenvolvimento da ilha Terceira” que, no seu entender, passa “pela base das Lajes, passa também pelo setor turístico, com as low cost e com a abertura aos voos charters, e passa ainda pelo setor produtivo e por projetos de desenvolvimento da economia do mar”.

Recorde-se que, na passada segunda-feira, em conferência de imprensa, o Presidente do CDS-PP Açores anunciou que tem mantido várias reuniões de trabalho com destacados dirigentes do seu partido e que desempenham funções governativas, com especial impacto em assuntos que dizem respeito à Região, como o transporte aéreo ou o dossier da Base das Lajes,, nomeadamente com Pires de Lima (Ministro da Economia), Leonardo Mathias (Secretário de Estado da Economia e presidente do grupo de trabalho que está a estudar alternativas de financiamento e investimento para a Terceira na sequência do processo de redução de militares americanos nas Lajes), Adolfo Mesquita Nunes (Secretário de Estado do Turismo) e Assunção Cristas (Ministra da Agricultura e do Mar).

GI CDS-PP Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top