Home / Açores / Atlânticoline procurou assegurar a melhor conectividade possível interilhas, garante Ana Cunha (c/áudio)
Atlânticoline procurou assegurar a melhor conectividade possível interilhas, garante Ana Cunha (c/áudio)

Atlânticoline procurou assegurar a melhor conectividade possível interilhas, garante Ana Cunha (c/áudio)

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou, na Horta, que a Atlânticoline tem vindo a trabalhar para assegurar a melhor conectividade possível interilhas, com o maior número de ligações entre as ilhas do arquipélago.

A titular da pasta dos Transportes falava quarta-feira na Assembleia Legislativa, no debate de um projeto de resolução apresentado pelo PSD que propunha ligações marítimas diárias da Atlânticoline a todas as ilhas do Grupo Central e o restabelecimento da ligação entre a Calheta, em São Jorge, e o Porto de Pipas, na Terceira.

Ana Cunha frisou ainda a necessidade de “acertar a oferta das viagens à procura existente”.

Relativamente à reposição da ligação marítima direta entre a Calheta e o Porto de Pipas, Ana Cunha reafirmou o que já tinha sido dito no Parlamento e na Comissão de Economia, nomeadamente que “os navios ‘Cruzeiro do Canal’ e ‘Cruzeiro das Ilhas’ não estão certificados com a Classe B, que permite fazer a ligação entre São Jorge e a Terceira, e, por essa razão, não foram equacionados para esse efeito”.

Quanto à conclusão de obras de remodelação do Porto da Calheta, Ana Cunha frisou que terminaram no dia 29 de junho, sendo que o atraso de seis meses se ficou a dever “sobretudo a razões de ordem técnica, relacionadas com a necessidade de alterar o método de desmonte e de demolição da zona da rocha, na zona de implantação da obra”.

Relativamente à requalificação do Porto de Pipas e à construção da rampa ‘Ro-Ro’, a Secretária Regional reafirmou que “está a ser otimizada, por parte da Portos dos Açores, a solução técnica desta obra”, que “poderá ou não dispensar a avaliação do impacto ambiental, que, a existir, tem a duração de quatro meses, e está na lei”.

“Com tudo isto, mantenho aquilo que já foi dito, de previsão de lançamento do concurso no final deste ano”, salientou Ana Cunha.

 

 

 

 

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top