Ultimas
Home / Açores / Avelino Meneses afirma que é preciso acreditar que vale a pena estudar
Avelino Meneses afirma que é preciso acreditar que vale a pena estudar

Avelino Meneses afirma que é preciso acreditar que vale a pena estudar

O Secretário Regional da Educação e Cultura (SREC) sustentou hoje, na Horta, que, “por entre alguma descrença”, todos reconhecem que a educação “é o melhor meio de defesa do jovem cidadão na sociedade do amanhã”, considerando, por isso, que “é preciso acreditar que vale a pena estudar”.

Avelino Meneses, que falava na sessão de abertura do Parlamento dos Jovens sob a temática do insucesso escolar, defendeu a necessidade de “converter a educação numa inequívoca prioridade de cada um de nós, de cada uma das nossas famílias, de cada uma das nossas comunidades”.

“A educação é o melhor investimento no futuro por ser o principal agente de inovação que gera crescimento, por ser o principal agente de dignidade que gera desenvolvimento”, frisou.

Na sua intervenção, o Secretário Regional elogiou a “clarividência” da escolha do combate ao insucesso escolar para tema de debate dos jovens ‘deputados’, reafirmando que, “mais do que o abandono precoce, o insucesso escolar é o principal flagelo do sistema educativo”.

Por este motivo, Avelino Meneses assegurou que o Governo estará “atento” às análises e sugestões que saírem desta reunião, na procura “de mais consenso social e político para a indispensabilidade da erradicação do abandono e da contenção do insucesso”.

O Secretário Regional da Educação e Cultura lembrou, por outro lado, a “obrigação” dos jovens ‘deputados’ de “fazer política e de serem políticos”, apesar do desencanto da juventude por esta atividade.

“A política e os políticos definem o essencial do nosso futuro, por isso, se todos vocês pretendem um futuro melhor, possuem então a obrigação de fazer política e de serem políticos”, afirmou, acrescentando que, para isso, “não é necessário ser nem governante, nem deputado, basta tão só ser cidadão numa Região livre como é a nossa”.

Avelino Meneses salientou que “os mais novos não acreditam quase nada nos políticos”, defendendo que a “culpa é necessariamente nossa”.

“A culpa é, por exemplo, de todos aqueles que mensalmente, eu também, se sentam neste hemiciclo e que, não raras vezes, servem a todos vocês o mais triste dos espetáculos, ou seja, o espetáculo da vitória do interesse pessoal sobre a conveniência coletiva, do insulto sobre a decência, da estupidez sobre a inteligência”, afirmou.

“Por tudo isto, paira hoje um grande desencanto sobre o funcionamento da Democracia, contudo, na História da Humanidade, a Democracia é a melhor forma de governar seres humanos”, salientou Avelino Meneses.

GaCS

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top