Açores

Avelino Meneses afirma que objetivos do Governo e dos sindicatos se “cruzam” em matéria de concurso do pessoal docente

O Secretário Regional da Educação e Cultura afirmou hoje, em Ponta Delgada, que, no que diz respeito à revisão do Regulamento do Concurso do Pessoal Docente, os objetivos do Governo e dos sindicatos se “cruzam” em benefício da “qualidade do ensino” nos Açores.

“As expetativas sindicais e as promessas governamentais cruzam-se em dois aspetos, a reposição da anualidade dos concursos dos docentes, que se tornará uma realidade, e a derrogação da obrigatoriedade de permanência por três anos na escola de colocação”, frisou Avelino Meneses.

O Secretário Regional, que falava aos jornalistas no início da primeira reunião negocial com representantes dos sindicatos dos professores nos Açores, salientou que “a ultrapassagem destes problemas contribuirá, cada vez mais, para estabilizar o corpo docente” nos Açores, além de promover “uma maior proximidade dos professores às suas famílias”, o que se traduzirá “em benefício da qualidade do ensino”.

O Governo dos Açores, reafirmou Avelino Meneses, está “disponível” para discutir “qualquer outro aspeto” com o Sindicato dos Professores da Região Açores e com o Sindicato Democráticos dos Professores dos Açores.

Avelino Meneses manifestou a expetativa de que o processo negocial em curso fique encerrado durante o mês de janeiro, para que decorram depois os necessários procedimentos, de modo a que as alterações agora negociadas permitam a eventual realização de um concurso ainda no ano de 2017.

GaCS/RL Açores

Comment here