Avelino Meneses destaca caráter inovador da implementação nos Açores do ensino especializado em desporto

O Secretário Regional da Educação e Cultura destacou hoje, em Angra do Heroísmo, o caráter inovador, no contexto nacional, da implementação nos Açores, a partir do ano letivo 2016/2017, do ensino especializado em desporto.

“Trata-se de uma experiência de inovação pedagógica única no contexto nacional”, frisou Avelino Meneses na apresentação desta modalidade de ensino, cujo despacho normativo que a regula foi hoje publicado em Jornal Oficial.

Para o Secretário Regional da Educação e Cultura, a implementação desta iniciativa “diz bem do esforço” do Governo dos Açores “na oferta de soluções educativas que correspondam às expetativas da comunidade escolar”.

Esta modalidade de ensino, que arrancará no próximo ano letivo a título experimental em seis escolas da Região, integra-se, segundo Avelino Meneses, nos objetivos do ProSucesso – Açores pela Educação, programa integrado de promoção do sucesso escolar.

A iniciativa resulta também de uma parceira entre as direções regionais da Educação e do Desporto, que “colocam em evidência a utilidade social da escola”, a qual, defendeu o Secretário Regional, deve “conferir aos estudantes de hoje e aos cidadãos de amanhã competências acrescidas nas dimensões académica, profissional, económica e social, obtidas pelo combate ao insucesso e abandono escolares”.

A implementação nos Açores desta modalidade de ensino é também “o corolário de uma tradição persistente” nas escolas do arquipélago, quer no âmbito da disciplina de Educação Física, quer no desenvolvimento do programa Desporto Escolar.

“Tudo isto associado contribui em muito para que a Região evidencie” a maior taxa de participação desportiva absoluta, “apesar das contrariedades da ultraperiferia e da dupla insularidade”, frisou Avelino Meneses.

O titular da pasta da Educação destacou ainda que a implementação desta modalidade de ensino nos Açores “deriva também do estímulo das condições físicas propiciadas pela existência de instalações desportivas de qualidade” na maioria das escolas.

O ensino especializado em desporto, dirigido nesta fase aos 2.º e 3.º ciclos, será ministrado no ano letivo 2016/2017, em seis modalidades desportivas, a cerca de 250 alunos das escolas Básicas e Integradas Roberto Ivens e de Ponta Garça e da Secundária das Laranjeiras, na ilha de S. Miguel, da Escola Básica e Secundária Tomás de Borba, na ilha Terceira, e na Escola Básica e Secundária das Flores.

Sendo sujeita a uma avaliação externa, esta modalidade de ensino, cuja criação mereceu parecer favorável da Sociedade Portuguesa de Educação Física e do Conselho Nacional da Associações de Professores e Profissionais de Educação Física, será alargada nos próximos anos às outras unidades orgânicas do Sistema Educativo Regional.

A expetativa, de acordo com o Secretário Regional da Educação e Cultura, é que “o sucesso deste projeto se traduza no seu alargamento às demais 40 unidades orgânicas do Sistema Educativo Regional”.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta