Home / Açores / Avelino Meneses reafirma empenhamento do Governo dos Açores no combate ao insucesso escolar
Avelino Meneses reafirma empenhamento do Governo dos Açores no combate ao insucesso escolar

Avelino Meneses reafirma empenhamento do Governo dos Açores no combate ao insucesso escolar

O Secretário Regional da Educação e Cultura reafirmou hoje, nas Flores, o empenhamento do Governo dos Açores no combate ao insucesso escolar, que se apresenta como a “principal calamidade” do Sistema Educativo Regional, e na necessidade de se estabelecer um pacto em redor da Educação.

“O insucesso escolar é e continua a ser a principal calamidade do Sistema Educativo Regional porque partimos de patamares muito baixos, dado o isolamento e o abandono de décadas, quiçá de séculos” a que os Açores foram sujeitos, a que acresce “o facto de o sistema educativo português se caraterizar por uma grande instabilidade”, que “muitas vezes” nega “a oportunidade a que um bom enunciado teórico se converta numa boa prática pedagógica”, frisou Avelino Meneses.

O Secretário Regional, que falava no final de uma visita à Escola Básica e Secundária das Flores, no âmbito da visita estatutária do Governo dos Açores, recordou que foram estas razões que levaram à criação do ProSucesso – Açores pela Educação, programa integrado de promoção do sucesso escolar, cuja ação insiste fundamentalmente nos ciclos iniciais, pré-escolar e 1.º ciclo, com “o objetivo de evitar que aconteçam atrasos precoces, que depois se tornem de todo irrecuperáveis”.

Este programa, que arrancou no ano letivo em curso, levou à contratação de mais 266 professores, cuja ação se estende igualmente ao 3.º ciclo e ao Secundário, mas com uma “estratégia diferente”, acrescentou.

Nos níveis mais adiantados, segundo o Secretário Regional, procura-se uma “diversificação de percursos pedagógicos porque o corpo estudantil é, cada vez mais, heterogéneo e há que lhe dar opções diversas para poderem continuar a progredir em direção à vida profissional ou, inclusivamente, para uma transição posterior para o ensino superior”.

Para Avelino Meneses, os resultados do ProSucesso “só podem ser medidos a prazo”, porque “o tempo pedagógico é mais longo do que o tempo político”, frisando, no entanto, que, “não sendo necessariamente uma conquista do programa integrado de promoção do sucesso escolar”, os Açores, na transição dos últimos anos letivos, registou uma regressão “assinalável” nas retenções de alunos nos ciclos mais básicos.

É por tudo isto, de acordo com o Secretário Regional da Educação e Cultura, que “se torna, cada vez mais, necessário, aqui nos Açores, a construção de uma espécie de pacto em redor da Educação, já que esta não pode ser alvo de alterações e de ruturas permanentes”.

Avelino Meneses, nesta visita à Escola Secundária das Flores, teve oportunidade de assistir a uma exposição e a uma aula de Matemática do 1.º ciclo, acompanhada por uma professora especializada em dificuldades de aprendizagem, no âmbito de uma das ações do ProSucesso.

No ano letivo em curso, ao nível do 1.º ciclo, os Açores dispõem de cerca de 50 professores envolvidos na formação ‘Matemática Passo a Passo: Estratégias de Superação de Dificuldades’, orientada por um docente da Universidade dos Açores, cuja abordagem parte do concreto para o pictórico e só depois para o abstrato.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top