Balanço da reunião do Grupo de Trabalho encarregue de avaliar o problema das Obrigações de Serviço Público em São Jorge (c/áudio)

A Mesa do Conselho de Ilha de São Jorge deliberou a criação de um Grupo Interno de Trabalho, que reuniu na passada terça-feira no Salão Nobre da Câmara Municipal de Calheta a fim de discutir e deliberar as acessibilidades de transporte aéreo e marítimo de cargas e passageiros.

O Presidente da Mesa do Conselho de Ilha, Rogério Veiros que falava após a reunião, afirma que as Obrigações de Serviço Público (OSP) nos transportes marítimos e aéreos foram postas a concurso mas não correspondem às expetativas dos Jorgenses.

Por sua vez, o que ficou deliberado é a criação de um documento que irá pronunciar-se acerca das obrigações dos transportes aéreos e marítimos, que se encontram aquém das necessidades da população Jorgense.

Assim que o documento estiver pronto, terá de ser aprovado em Conselho de Ilha e posteriormente apresentado ao Presidente do Governo Regional dos Açores.

Rogério Veiros, Presidente da Mesa do Conselho de Ilha, que falava após reunião de Grupo de Trabalho, que é composto pelo Presidente e Vice-Presidente da Mesa do Conselho de Ilha, o Presidente de Câmara Municipal de Velas, o Vice-Presidente de Câmara Municipal da Calheta, na impossibilidade de estar presente o Presidente, os deputados Regionais eleitos pela Ilha de São Jorge, o Presidente do Núcleo Empresarial e o Presidente da Associação de Pescadores da Ilha de São Jorge.

Imagem: Tribuna das Ilhas

Laura Cabral/RL Açores

Deixe uma resposta