Home / Politica / BE protesta pela fraca qualidade e quantidade das refeições escolares nos Açores
BE protesta pela fraca qualidade e quantidade das refeições escolares nos Açores

BE protesta pela fraca qualidade e quantidade das refeições escolares nos Açores

O Bloco de Esquerda levou hoje ao parlamento açoriano a insatisfação manifestada por alunos, pais e encarregados de educação relativamente aos problemas com as refeições servidas nas escolas dos Açores, que apresentam frequentemente fraca qualidade e variedade, e pouca quantidade.

Num voto de protesto – que recebeu o apoio de todos os partidos da oposição, sendo chumbado apenas pela maioria absoluta do PS – o Bloco criticou a indiferença e a falta de intervenção do Governo Regional para resolver estes problemas, que acontecem essencialmente nas escolas em que as refeições são confecionadas por empresas privadas.

Comida fria, pouca quantidade, falta de legumes, repetição exagerada de acompanhamentos como arroz e batata, desconformidade entre a ementa anunciada e a refeição servida, são alguns dos problemas recorrentes, que o BE denunciou.

A deputada Zuraida Soares acusou ainda o Governo Regional de estar a lucrar com estas refeições, uma vez que cobra às crianças sem apoio social um valor superior ao que paga às empresas privadas que confecionam a comida. O preço da refeição para uma criança sem apoio da ação social escolar é 2,14€. O Governo paga às concessionárias 1,32€.

“As crianças – com refeições muitas vezes inaceitáveis – dão lucro. A culpa não é das empresas – é impossível dar comida decente por 1,32€. O problema, neste caso, é do Governo Regional, que tem que exigir quantidade e qualidade, mas tem que a pagar. E não tem o direito de pôr as crianças a pagar aquilo que não comem”, disse a deputada.

O Bloco de Esquerda já abordou, por diversas vezes, no parlamento, a necessidade de se estabelecer um quadro concreto e rigoroso da qualidade nutricional das refeições escolares. Uma questão essencial, que assume redobrada importância nos Açores, onde, em consequência da carência económica de centenas de famílias açorianas, muitas crianças fazem apenas uma refeição completa por dia, precisamente na escola.

GI BE Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top