Politica

BE quer relatório que aponta gastos exagerados com horas extraordinárias no Hospital da Terceira

O Bloco de Esquerda enviou um requerimento ao Governo Regional a solicitar cópia do relatório da Inspeção Regional da Saúde, resultante da ação inspetiva ao Hospital de Santo Espírito, que deu origem a uma reportagem, numa revista de abrangência nacional, segundo a qual o custo com horas extraordinárias e regime de prevenções alcança os 7,4 milhões de euros no Hospital da Terceira.

De acordo com o comunicado do BE, “este valor corresponde a 26% do custo total com recursos humanos, e representa um custo desproporcional com horas extraordinárias e prevenções. Apesar de a Secretaria Regional da Saúde ter procurado justificar este custo com a falta de médicos especialistas, sendo esta uma forma de os aliciar, a verdade é que nem no Hospital do Divinio Espírito Santo, nem no Hospital da Horta se verificam prejuízos com esta proporção”.

O BE quer, assim, “perceber como é que o dinheiro foi gasto, e conhecer as recomendações da Inspecção Regional da Saúde, que, de acordo com a referida reportagem, aponta para a possibilidade de reduzir gastos sem prejudicar os serviços aos utentes”.

O Bloco de Esquerda entende que as informações que constam do Relatório da Inspeção Regional da Saúde podem ser determinantes para a implementação de medidas que contribuam para a racionalização de custos e inclusive para a contratação de mais profissionais de saúde, e por outro lado, evitar o sobrecusto actual ou racionamentos no futuro.

GI BE Açores/RL Açores

Comment here