BE questiona Governo sobre medidas para redução de despesas de eletricidade

No seguimento da aprovação, em setembro de 2014, de uma proposta do Bloco de Esquerda que recomendava ao Governo Regional a diversificação tarifária e a promoção das tarifas sociais de eletricidade, a deputada do BE, Zuraida Soares, quer saber para quando está prevista a introdução do ciclo semanal nas tarifas bi e tri-horárias praticadas pela EDA, uma modalidade que permite uma poupança significativa nos custos de eletricidade das famílias.

A pergunta surge no seguimento da recomendação aprovada no parlamento açoriano que incumbia o Governo Regional de dar seguimento às diligências, junto da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, no sentido de ser incluída esta modalidade nos Açores, à semelhança do que já acontece no resto do País.

O ciclo semanal atribui um custo variável no consumo de eletricidade, em função da hora e do dia da semana, permitindo uma gestão das rotinas de consumo que leve à redução das despesas com eletricidade.

O Bloco de Esquerda quer saber também quantos consumidores usufruem dos tarifários sociais existentes, e que campanhas foram promovidas pela EDA para a sua divulgação.

Isto porque a resolução aprovada em 2014, por proposta do BE, recomendava, precisamente, ao Governo Regional, enquanto acionista maioritário da EDA, o desenvolvimento de uma campanha de divulgação e promoção da tarifa social e do apoio social extraordinário ao consumidor de energia, com o objetivo de aumentar o número de consumidores que reunam os requisitos necessários para aceder a estas tarifas, mas que por desconhecimento, não o fazem.

GI BE Açores/RL Açores

Deixe uma resposta