DestaqueLocal

Bombeiros das Velas tocam sirene, no dia 30 de outubro, pelas 30 vítimas de violência doméstica que morreram em silêncio este ano

Os Bombeiros Voluntários das Velas, à semelhança de todos os bombeiros do país, vão fazer no dia 30 de outubro, pelas 14h30 “um minuto de barulho”, fazendo tocar a sirene do quartel de forma a homenagear as 30 mulheres vitimas de violência doméstica que este ano morreram em silêncio.

O repto para esta ação nacional foi lançado pela Altice e MEO, em parceria com a APAV, a Liga dos Bombeiros Portugueses Associação Nacional de Municípios e Associação Portuguesa de Contact Centers.

Assim, no próximo dia 30 de outubro, às 15.30h, 14h30 nos Açores, Portugal será chamado a fazer barulho contra a violência doméstica em homenagem e respeito a todos quantos o silêncio matou e aos muitos a quem importa dar voz: para que se façam ouvir, para que denunciem, para que peçam ajuda, para que não fiquem à espera.

De acordo com nota enviada à nossa redação, os bombeiros são assim chamados a reafirmar a sua proximidade com a comunidade e a colaborarem nesta ação que pede apenas barulho para despertar a sociedade para um flagelo que mata mulheres, homens e crianças.

Neste sentido, a confederação, que se associou à campanha desde o primeiro momento, pede aos Bombeiros de Portugal que sigam o #NãoFiqueÀEspera e colaborem neste que deverá ser um desígnio nacional.

Assim, os Bombeiros Voluntários das Velas deixam o alerta para que quando a sirene tocar esta quarta-feira, dia 30 de outubro, as pessoas não fiquem alarmadas, recordando sim com sentido de responsabilidade estas 30 mulheres que só este ano já perderam a vida num silêncio ensurdecedor e que merece a mais digna homenagem e consciencialização para o assunto.

FBRAA/BVV/RL Açores

Comment here