Home / Destaque / Bombeiros jorgenses ainda não estão a cobrar serviço não urgente
Bombeiros jorgenses ainda não estão a cobrar serviço não urgente

Bombeiros jorgenses ainda não estão a cobrar serviço não urgente

Os Bombeiros dos Açores começaram a cobrar em setembro o transporte não urgente de utentes, sendo que a maioria cobra dez euros por taxa de saída e sessenta cêntimos por quilómetro percorrido, no entanto nas ilhas das Flores e São Jorge isto ainda não está a ser aplicado.

Em entrevista à RL Açores, Rui Bettencourt, Comandante dos Bombeiros Voluntários da Calheta (BVC), afirmou que na ilha estes serviços ainda não estão a ser pagos porque ainda não se conseguiu chegar a um consenso com a Unidade de Saúde de ilha sobre os valores.

“O facto é que estamos em negociações com a Unidade de Saúde de Ilha e ainda não conseguimos chegar a um consenso sobre valores a cobrar por esse serviço”, frisou o Comandante dos BVC.

Rui Bettencourt salientou que os serviços não urgentes continuam a ser assegurados com base num “acordo de cavalheiros” existente entre as duas Corporações de Bombeiros e a Unidade de Saúde de Ilha, sendo que “até à data ninguém ficou por ser atendido nem saiu prejudicado”, referindo, claro, que “quando se chegar a acordo será feito o acerto de contas”.

“A nível de datas de previsão esperemos que para breve, isto já entrou em vigor a 1 de Setembro e neste momento continuamos em negociações e esperamos que a breve trecho possamos chegar a um acordo”, revelou o Comandante dos BVC.

No que diz respeito ao valor a ser pago pela Unidade de saúde de Ilha, Rui Bettencourt diz que os Bombeiros apresentaram a sua proposta, sendo que a Unidade de saúde de ilha está agora a analisá-la, estando as corporações a aguardar.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top