Home / Destaque / Buraco na zona dos Casteletes continua a constituir perigo na Urzelina (c/áudio)
Buraco na zona dos Casteletes continua a constituir perigo na Urzelina (c/áudio)

Buraco na zona dos Casteletes continua a constituir perigo na Urzelina (c/áudio)

O perigo continua eminente na freguesia da Urzelina, mais precisamente na zona dos Casteletes, onde continua a existir na estrada um buraco de grandes dimensões que pode ceder a qualquer momento.

Alberto Almeida, Presidente da junta de Freguesia da Urzelina, voltou a expressar ao presidente do município a sua preocupação quanto a este assunto na última sessão da Assembleia Municipal, até porque há relativamente pouco tempo o Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia esteve na ilha e “pouca importância deu ao assunto”, de acordo com Alberto Almeida.

Luís Silveira referiu que mal tomou conhecimento desta situação que já se arrasta há alguns meses trabalhou em parceria com a Junta da Freguesia e que alertou logo o Governo Regional, uma vez que “os estragos são causados pelo mar e este é da responsabilidade do Governo”.

A resposta foi demorada, cerca de seis meses foi o tempo que o Governo Regional demorou a responder, sendo que primeiro terão dito que o orçamento para a obra já tinha sido pedido e que a obra iria ser adjudicada a um empreiteiro.

No entanto, há cerca de três semanas o município recebeu um ofício a dar conta de que o caminho é municipal logo a responsabilidade seria da autarquia, algo que Luís Silveira já contestou mas novamente sem resposta.

“Tenho um caminho que está pavimentado, que está funcional e tenho alguém que dá prejuízo no caminho, que é o mar e, que não é da minha responsabilidade”, frisou o presidente do município.

Luís Silveira disse mesmo que “não há aqui uma forma” de se querer desresponsabilizar, mas o facto é que “isto não se trata de culpas, trata-se de responsabilidades”.

“Nós demonstrámos a nossa total disponibilidade para colaborar no que pudéssemos, mas de facto nós não podemos pavimentar um buraco que está oco por baixo e que não se sabe quando é que vai lá passar um carro ou uma pessoa e aquilo cai novamente” retorquiu o autarca. Sendo que também não se sabe a real dimensão do buraco em si, uma vez que ele “está a alargar certamente”.

Luís Silveira salientou que os deputados regionais já foram informados de maneira a que intervenham junto do executivo regional e que no que respeita às prioridades do governo nada pode fazer a não ser alertar para o perigo constante daquela situação.

Quanto à visita de Fausto brito e Abreu, Secretário Regional do Mar Ciência e Tecnologia, a São Jorge, Luís Silveira afirmou que só teve conhecimento dessa visita através da comunicação social.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top