Home / Destaque / Café da Fajã dos Vimes, a maior produção da Europa, esteve em destaque na conferência Internacional de Turismo Sustentável que decorreu em São Miguel (c/áudio)
Café da Fajã dos Vimes, a maior produção da Europa, esteve em destaque na conferência Internacional de Turismo Sustentável que decorreu em São Miguel (c/áudio)

Café da Fajã dos Vimes, a maior produção da Europa, esteve em destaque na conferência Internacional de Turismo Sustentável que decorreu em São Miguel (c/áudio)

O Café da Fajã dos Vimes, a maior plantação em toda a Europa, localizada na costa sul da ilha de São Jorge, esteve recentemente em grande destaque na Conferência Internacional sobre Turismo Sustentável que decorreu em São Miguel. Dina Nunes representou o negócio de família e foi uma das oradoras convidadas a participar na conferência.

Em entrevista à RL Açores, Dina Nunes classificou a experiência como “fantástica”.

Tendo crescido com os cafezeiros já fazerem parte da família Nunes, Dina tentou explicar aos conferencistas e a quem assistia a este evento tudo o que rodeia o Café da Fajã dos Vimes.

Numa era em que o Turismo Sustentável se assume cada vez mais como um caminho a trilhar e como uma mais-valia para uma ilha como São Jorge e para uma região como os Açores, o Café da Fajã dos Vimes assume-se como um exemplo bastante realista para o Turismo Sustentável na ilha.

Atualmente a plantação de Café na Fajã dos Vimes e o Café do Senhor Manuel na Fajã é já um ponto de paragem obrigatória para os turistas que visitam São Jorge.

Quanto à possibilidade de produzir mais e quem sabe começar a exportar café, Dina Nunes não adianta muito sobre o assunto, mas também não fecha a porta a essa ideia.

Em finais do século XVIII “um senhor da Fajã de São João” emigrou para o Brasil, lá trabalhou numa fazenda onde predominavam as plantações de café. Regressado a São Jorge no início do século XIX, traz consigo uma planta de café, o café arábica, que veio assim dar origem ao famoso café da Fajã dos Vimes.

São cerca de 400 plantas, que, após o devido processo, se transformam num café que já tem fama um pouco por todo o mundo.

Liliana Andrade/RL Açores

Fotografia: ©Azores 2017: Towards Sustainable Tourism

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top