Câmara da Calheta com orçamento de 5,7 ME para 2017 (c/áudio)

O Orçamento da Câmara Municipal da Calheta já foi aprovado em Assembleia Municipal com um valor de 5 milhões e 700 mil euros.

Recolha seletiva de resíduos, rede de águas e investimentos nas fajãs são prioridades para 2017.

Aumentar a qualidade da água do concelho, investir na recolha seletiva de resíduos e a construção de infraestruturas nas fajãs são os principais investimentos que serão feitos no concelho da Calheta em 2017, como revelou Décio Pereira, presidente da autarquia.

A Câmara da Calheta está em saneamento financeiro, mas mesmo assim no que respeita ao IMI a autarquia conseguiu fazer reduções.

Décio Pereira já anunciou também a sua recandidatura à Câmara da Calheta nas próximas autárquicas, não revelando, no entanto, para já as ideias gerais dessa recandidatura.

Em Assembleia Municipal o orçamento foi aprovado com 7 votos favoráveis dos independentes, cinco votos a favor e um contra da bancada do PSD, enquanto na bancada municipal socialista foram registados três votos a favor e quatro abstenções.

A RL Açores contactou com os vereadores do PS e PSD do Município da Calheta mas estes não se mostraram disponíveis para prestar declarações sobre o orçamento da autarquia para 2017.

Liliana Andrade/RL Açores

Fotografia: ©Direitos Reservados

Deixe uma resposta