Câmara das Velas queria avançar com Caminho das Areias antes do início da empreitada da estrada Ribeira do Almeida-Aeroporto, mas Governo não foi do mesmo entendimento (c/áudio)

Já começaram as obras na empreitada de reabilitação da estrada entre a Ribeira do Almeida e o Aeroporto, no Concelho das Velas. Ora, com as obras chegam os constrangimentos, com a circulação naquele troço a realizar-se apenas numa única via, estando a mesma a ser coordenada com recurso a semáforos. A Câmara Municipal das Velas já tinha anunciado há algum tempo que iria reabilitar o Caminho das Areias que poderia servir como alternativa à estrada principal. A ideia seria primeiro intervencionar o Caminho das Areias e só depois se dar o arranque das obras na estrada principal. No entanto, o Governo não teve o mesmo entendimento e decidiu avançar com as obras na estrada entre a Ribeira do Almeida sem que sequer já tenha sido atribuído o visto do tribunal de Contas ao Caminho das Areias.

Em entrevista à RL Açores, Luís Silveira explicou que a obra do Caminho das Areias já foi adjudicada e que aguarda agora apenas o Visto do Tribunal de Contas.

Luís Silveira garantiu que é intenção da autarquia que a obra avance durante o ano de 2019, ressalvando que a ideia e que o acordo que existe com o Governo Regional, que irá comparticipar da obra em mais de 300 mil euros, dos perto de 700 mil que ela irá custar, o Caminho das Areias pode ser uma alternativa à estrada que dá acesso ao Aeroporto

No entanto, apesar de o Governo ter concordado que este Caminho pode ser uma alternativa à única estrada, pelo lado sul, que dá acesso ao Aeroporto, não houve intenção por parte do executivo regional em avançar primeiro com o Caminho das Areias e só depois com a estrada principal de forma a evitar constrangimentos. Algo que o presidente da Câmara Municipal das Velas defendia.

Luís Silveira adiantou que este entendimento por parte do Governo Regional não foi por falta de comunicação nem por falta de interesse e reuniões mantidas com a Secretaria Regional dos Transporte e Obras Públicas.

O autarca compreende a decisão do Governo, considerando até que é “legítima”, percebendo que “do lado do Governo há Orçamentos a cumprir”, mas garante que “não foi por falta de tentar articular” as coisas.

De salientar que o Caminho das Areias, que liga a freguesia de Santo Amaro à Queimada, após estar reabilitado será então uma alternativa viável à estrada entre a Ribeira do Almeida e o Aeroporto, podendo até mesmo ser muito útil em caso de catástrofe, como fez questão de frisar o presidente do Município das Velas.

Liliana Andrade/RL Açores

Fotografia: ©Direitos Reservados

Deixe uma resposta