Campanha “Phone Off” deteta 14 condutores a usar telemóvel nos Açores

A PSP nos Açores detetou 132 infrações, das quais 14 relativas ao uso do telemóvel durante a condução, no âmbito da campanha rodoviária “Phone Off”, que decorreu entre 23 de fevereiro e 01 de março.

Num comunicado enviado às redações, a PSP indica que, durante “as operações das Forças de Segurança, em todas as Divisões Policiais do Comando Regional dos Açores, foram realizadas 49 ações no terreno e fiscalizados 910 veículos, tendo sido registado um total de 132 infrações, das quais 14 relativas ao manuseamento do telemóvel durante a condução”.

Durante a campanha “Phone Off – A conduzir não uses o telemóvel”, que decorreu de 23 de fevereiro a 01 de março, a PSP fez um total de 20 detenções, acrescenta o mesmo comunicado sobre os resultados da ação de sensibilização nos Açores.

A Campanha de Segurança Rodoviária “Phone Off – A conduzir não uses o telemóvel”, da responsabilidade da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP), teve como objetivo alertar os condutores para as consequências negativas e mesmo fatais do manuseamento do telemóvel durante a condução.

“Inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2021, a campanha foi divulgada através dos meios digitais e outras ações de sensibilização da ANSR, realizadas em simultâneo com as operações de fiscalização realizadas pela PSP, em todas as ilhas da Região Autónoma dos Açores”, refere a nota da PSP.

O Comando Regional da PSP nos Açores lembra que, no decorrer da campanha, foram sensibilizados os condutores e transmitidas mensagens sobre a utilização do telemóvel durante a condução e de o seu uso “aumentar quatro vezes o risco de ocorrência de acidente de viação”.

“A distração ocorre quando duas tarefas mentais, conduzir e utilizar o telemóvel, são executadas ao mesmo tempo, o que provoca lapsos de atenção e erros de avaliação. O uso de aparelhos eletrónicos durante a condução causa dificuldade na interpretação da sinalização e desrespeito das regras de cedência de passagem, designadamente em relação aos peões”, alerta ainda a polícia.

Com esta campanha, simultaneamente implementada a nível nacional por todas as entidades envolvidas, foi dado mais um passo para o envolvimento dos condutores no desígnio de tornar a segurança rodoviária uma prioridade de todos.

Fotogafia: Observador

GACS/RL Açores

Deixe uma resposta