Home / Açores / Campanha SOS Cagarro 2014 arranca com ação de sensibilização na Horta
Campanha SOS Cagarro 2014 arranca com ação de sensibilização na Horta

Campanha SOS Cagarro 2014 arranca com ação de sensibilização na Horta

O Governo dos Açores promove, de 15 de outubro até 15 de novembro, mais uma edição da campanha SOS Cagarro, num período que coincide com a saída dos cagarros juvenis dos ninhos para o seu primeiro voo transoceânico.

O início oficial da Campanha SOS Cagarro foi assinalado, pelas 20h00, com uma visita do Agrupamento de Escuteiros da Ribeirinha à Casa do Parque, na Paisagem Protegida do Monte da Guia, no Faial, que contou com a participação do Secretário Regional da Agricultura e Ambiente, Luís Neto Viveiros.

A Casa do Parque, onde funciona a sede da Campanha SOS Cagarro na ilha do Faial, foi o ponto de partida dos voluntários para as Brigadas Noturnas e também o local onde se vão desenrolar as principais ações relacionadas com esta campanha, nomeadamente a receção, anilhagem e tratamento das aves marinhas recolhidas, bem como diversas ações de sensibilização ambiental.

No final da visita, os escuteiros deslocaram-se para a avenida 25 de abril, na cidade da Horta, onde se realizou uma ação de sensibilização aos automobilistas sobre a necessidade de adotarem uma condução responsável e atenta, uma vez que nesta altura do ano verifica-se a ocorrência de um elevado número de cagarros juvenis perdidos junto às estradas, correndo risco de atropelamento.

Esta ação contará com o apoio da Guarda Nacional Republicana e da Polícia de Segurança Pública da Horta.

Os Açores albergam cerca de 188 mil casais reprodutores de cagarros, ou seja, 75% da população mundial da subespécie Calonectris diomedea borealis e 60 a 65% da população mundial da espécie Calonectris diomedea, sendo, por isso, crucial a sua proteção e conservação nas ilhas do arquipélago.

Esta campanha decorre nos Açores desde 1995, tendo como principal objetivo envolver as pessoas e entidades no salvamento dos cagarros juvenis encontrados junto às estradas e na sua proximidade.

No ano passado foram salvas quase 7.000 aves, cerca do dobro do número médio registado nos últimos sete anos.

Alguns dos cagarros juvenis salvos nos Açores há mais de sete anos já regressaram ao arquipélago para acasalar e ter as suas crias.

Para saber como participar, os voluntários podem contactar o Parque Natural da sua ilha, consultar a página da Internet em soscagarro.azores.gov.pt ou utilizar o endereço eletrónico cagarro@azores.gov.pt.

A operacionalização da Campanha SOS Cagarro nas suas diversas vertentes envolve as secretarias regionais do Mar, Ciência e Tecnologia e da Agricultura e Ambiente, além da Azorina, S.A.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top