“Carinho e amizade”, que André Rodrigues espera que se traduzam em votos no próximo domingo, é o que a campanha do PS tem recebido um pouco por todo o concelho (c/áudio)

Há quem já tenha votado em todos os partidos, ou quase todos, mas que mesmo assim ainda esteja indeciso no seu sentido de voto no próximo domingo, ou então que prefira não revelá-lo à campanha do PS que esta segunda-feira andou pela freguesia das Manadas.

“Todos juntos pelas Manadas” e por todas as outras freguesias do concelho naquele que é “Um Projeto para Todos”, o projeto de André Rodrigues à Câmara Municipal das Velas.

Com “carinho e amizade” é desta forma que André Rodrigues conta à RL Açores como é que a sua campanha tem sido recebida nestes dias do porta a porta por pessoas que “já reconhecem” o seu projeto.

A mensagem, essa, vai passando de casa para casa, com várias medidas que são apresentadas à população, sempre tentando fazer ver aquela que André Rodrigues considerou de “forma discriminatória como foram tratadas algumas freguesias”.

E combater essa alegada discriminação é um dos compromissos primordiais de André Rodrigues.

Nestes dias as portas das casas das pessoas abrem-se e os convites para os candidatos entrarem são uma constante.

E há sempre histórias para ouvir, nem que sejam daquela senhora que um dia foi a primeira mulher vereadora da Câmara Municipal das Velas.

No domingo, André Rodrigues espera que o “carinho e a amizade” que diz receber ao longo desta altura de campanha se reflita no próximo domingo em votos.

Se chegará ou não à presidência da autarquia velense, o candidato socialista não pode dar garantias absolutas, mas garante que termina a campanha eleitoral na sexta-feira com o sentimento de missão cumprida.

Apresentações feitas, manifestos entregues…agora é tempo de os eleitores decidirem em qual projeto vão votar no próximo dia 1 de outubro, sendo que tal como as outras candidaturas, a candidatura socialista continuará a percorrer o concelho até sexta-feira, dia 29 de setembro, último dia da campanha eleitoral.

Liliana Andrade/RL Açores

Deixe uma resposta