Home / Destaque / Casa da Caldeira, “um espaço para partilhar as ondas e a natureza” da Fajã de Santo Cristo
Casa da Caldeira, “um espaço para partilhar as ondas e a natureza” da Fajã de Santo Cristo

Casa da Caldeira, “um espaço para partilhar as ondas e a natureza” da Fajã de Santo Cristo

A Casa da Caldeira é uma casa rústica e típica de fajã totalmente remodelada situada na Fajã de Santo Cristo, mais precisamente a 50 metros da lagoa.

O projeto “consiste em ter um espaço na Caldeira de Santo Cristo em que as pessoas possam partilhar connosco as ondas e a natureza que existe lá na nossa fajã e naquele espaço tão maravilhoso e tão procurado hoje em dia pelos surfistas e pelas pessoas que gostam da natureza”, revelou Amaro Soares, proprietário da Casa da Caldeira.

Desde a compra da casa em conjunto com a mulher e mais dois familiares, Amaro Soares, salientou que tem sido um contínuo “projeto de reconstrução até há bem pouco tempo”, uma vez que na Caldeira de Santo Cristo as coisas a nível de construção complicam-se devido às acessibilidades e também muito em parte devido “à vida que mantemos cá no Sul”, tal como afirmou o proprietário.

Como já vem sendo referido por pessoas ligadas a outras áreas, como a da restauração, por exemplo, também Amaro Soares referiu que este ano a afluência de turistas tem sido muito maior.

“Nós temos recebido muita gente e todos os dias recebo telefonemas, e-mails e contactos à procura de espaço para ficarem”. No entanto, referiu que o espaço acaba por ser pequeno e também não querem “sobrepovoar a fajã, porque depois acaba por não haver condições suficientes para receber as pessoas”.

Amaro Soares disse mesmo que a procura “tem vindo a aumentar de ano para ano” e é tão grande que já têm reservas até ao mês de outubro.

No que diz respeito à divulgação da casa, explicou que apesar de terem um site na internet, a maior divulgação faz-se através dos amigos e aproveitou ainda para referir que não publicita o espaço apenas como uma casa de surf, sendo que nem sempre há condições favoráveis à prática desta modalidade.

O proprietário da Casa da Caldeira acrescentou ainda que as entidades locais têm de se aperceber que o turismo em São Jorge passa muito pela Fajã de Santo Cristo bem como pela Fajã dos Cubres, muito em parte pela prática de surf, uma vez que a Caldeira já tem uma grande fama no que respeita a esta prática.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top