Home / Destaque / Catarina Cabeceiras quer manter voz do CDS por São Jorge ativa no Parlamento Regional (c/áudio)
Catarina Cabeceiras quer manter voz do CDS por São Jorge ativa no Parlamento Regional (c/áudio)

Catarina Cabeceiras quer manter voz do CDS por São Jorge ativa no Parlamento Regional (c/áudio)

O CDS-PP entregou esta quarta-feira a lista por São Jorge.

Catarina Cabeceiras, a cabeça de lista, quer manter a voz do CDS ativa em São Jorge, uma ilha que desde 2008 está representada no parlamento por um deputado deste partido.

A lista foi entregue pelo mandatário por São Jorge, Luís Silveira.

Cabeça de lista, mandatário, membros da lista e apoiantes do CDS marcaram presença no Tribunal das Velas para a entrega da lista do CDS por São Jorge às regionais.

Em declarações à comunicação social, Catarina Cabeceiras afirmou que quer continuar a desenvolver o trabalho que tem sido feito no parlamento pelos deputados jorgenses do CDS.

Para Luís Silveira, o mandatário desta lista, PS e PSD já elegeram um deputado à partida, defendendo que o terceiro deputado a ser eleito pela ilha deve ser do CDS.

A candidata, que concorre como independente, enalteceu ainda o facto de a lista ser composta por muitos independentes, acreditando que acima dos partidos estão as pessoas.

Para Catarina Cabeceiras é preciso alterar as políticas implementadas até ao momento, lutando contra a desertificação na ilha, o que levou à perda de um deputado.

 

Segue abaixo a lista completa do CDS-PP em São Jorge às eleições regionais de 16 de outubro:

Catarina Cabeceiras, 36 anos, técnica superior dos Serviços de Desenvolvimento Agrário;

Jorge Azevedo Paiva, 32 anos, Assistente operacional;

Jorge Alberto Almeida, 38 anos, Engenheiro do ambiente;

Susana Cristina Azevedo, 25 anos, Técnica de Qualidade Alimentar;

Germano Bettencourt, 35 anos, Farmacêutico;

Luísa Matos, 35 anos, Professora;

Fábio Nascimento, 26 anos, Bombeiro;

David Ávila Pacheco, 39 anos, Técnico de operações aeroportuárias;

Sandra Azevedo Silveira, 35 anos, Ajudante familiar domiciliária ao idoso;

Roberto Cabral, 36 anos, Agricultor;

Roger Sousa, 37 anos, Professor.

Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top