Home / Destaque / Catarina Cabeceiras quer saber para quando Eletrificação da Fajã de Santo Cristo, considerando investimento “urgente” (c/áudio)
Catarina Cabeceiras quer saber para quando Eletrificação da Fajã de Santo Cristo, considerando investimento “urgente” (c/áudio)

Catarina Cabeceiras quer saber para quando Eletrificação da Fajã de Santo Cristo, considerando investimento “urgente” (c/áudio)

A Deputada do CDS-PP Catarina Cabeceiras entregou, esta segunda-feira, no Parlamento Açoriano, um Projeto de Resolução onde pede “urgência” ao Governo Regional na empreitada de eletrificação da Fajã da Caldeira de Santo Cristo, na ilha de São Jorge, apelando assim também ao “cumprimento das promessas de investimento público que se tem vindo a perpetuar no tempo”.

A Deputada popular eleita pela ilha de São Jorge lembra que, para além de um antigo compromisso socialista, a eletrificação do ex-libris das fajãs é “uma aspiração e necessidade da população” que habita naquela fajã, pelo que recomenda ao Governo que avance rapidamente com a empreitada.

Em declarações à RL Açores, a deputada do CDS-PP eleita por São Jorge condena o facto de o investimento estar prometido já há cerca de 10 anos sem qualquer concretização até ao momento.

Catarina Cabeceiras lamentou ainda que a população tenha que continuar a recorrer a geradores que prejudicam a qualidade ambiental da fajã, sem esquecer a poluição sonora, defendendo a necessidade de criar condições de sustentabilidade ambiental para uma fajã que é imagem de marca não só de São Jorge, mas também dos Açores.

O Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores entregou então esta iniciativa que “recomenda ao Governo Regional que execute, com a maior urgência, a empreitada de eletrificação da Fajã da Caldeira de Santo Cristo, na ilha de São Jorge, dando cumprimento às promessas de investimento público que se têm vindo a perpetuar no tempo e concretizando uma antiga aspiração e necessidade da população que habita ou procura aquele lugar único nos Açores”, tal como se pode ler no projeto de resolução em causa.

A deputada do CDS-PP eleita por São Jorge quer acreditar na boa vontade do Governo em encontrar a solução mais adequada para que esta promessa avance finalmente.

Facto é que, segundo Catarina Cabeceiras, não há verba inscrita no orçamento para este investimento, recordando que no Plano e Orçamento para 2016 havia uma rubrica de 75 mil euros para a eletrificação da Caldeira de santo Cristo.

A Caldeira de Santo Cristo foi uma das primeiras Áreas Protegidas a serem constituídas na Região (1984), sendo, atualmente, detentora de várias classificações, tais como Reserva da Biosfera da UNESCO; Zona RAMSAR e Rede Natura 2000.

GI CDS-PP Açores/Liliana Andrade/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top