Home / Destaque / CDS-PP Açores quer que Governo da República invista 300 mil euros no Farol da Ponta dos Rosais – OE 2019: CDS Açores apresenta propostas nas áreas da justiça, ambiente, educação, transportes e património
CDS-PP Açores quer que Governo da República invista 300 mil euros no Farol da Ponta dos Rosais – OE 2019: CDS Açores apresenta propostas nas áreas da justiça, ambiente, educação, transportes e património

CDS-PP Açores quer que Governo da República invista 300 mil euros no Farol da Ponta dos Rosais – OE 2019: CDS Açores apresenta propostas nas áreas da justiça, ambiente, educação, transportes e património

Os líderes parlamentares do CDS Açores e do CDS na Assembleia da República, Artur Lima e Nuno Magalhães, anunciaram, esta quarta-feira, que vão apresentar propostas de investimentos para a Região, no âmbito do Orçamento do Estado para 2019, no valor de 13 milhões de euros nas áreas da justiça, ambiente, educação, património e transportes.

Os líderes parlamentares do CDS nos Açores e na Assembleia da República apresentaram, como propostas de alteração, no âmbito do Orçamento do Estado para o próximo ano, a inscrição da verba de 10 milhões de euros para a descontaminação dos solos e aquíferos da ilha Terceira; 360 mil euros para a contratação de pessoal docente para o curso de Ciência do Mar da Universidade dos Açores, no polo da Horta; 250 mil euros para a reabilitação do estabelecimento prisional da Horta; 2 milhões de euros para dar início às obras de ampliação do aeroporto da Horta e 300 mil euros para as obras de reabilitação do Farol dos Rosais, em São Jorge.

Para o líder do CDS Açores, Artur Lima, “as propostas apresentadas são matéria da responsabilidade do Estado e são propostas urgentes e necessárias ao desenvolvimento da Região, segundo afirmou, dizendo ainda esperar agora que os deputados do PSD e do PS eleitos pelos Açores as votem favoravelmente”. Artur Lima referiu ainda que, quanto à descontaminação dos solos e aquíferos da ilha Terceira, o CDS volta a reinscrever no Orçamento 10 milhões de euros para um efetivo processo de descontaminação, de forma a que o Estado cumpra o estatuído na Lei das Finanças das Regiões Autónomas e garanta a prossecução da reposição ambiental dos solos e aquíferos da ilha.

O Presidente do Grupo Parlamentar do CDS na Assembleia da República, Nuno Magalhães, referiu que “por altura da apresentação de propostas orçamentais, é muito positivo que a República venha às Regiões e não o contrário.

 

 

 

 

GI CDS-PP Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top