DestaqueLocalSaude

CDS-PP/Açores sai em defesa de “utente jorgense discriminada” no Hospital da Ilha Terceira

A deputada Catarina Cabeceiras, do Grupo Parlamentar do CDS-PP/Açores, requereu esta terça-feira ao Governo Regional uma tomada de posição sobre uma alegado ato discriminatório que terá ocorrido no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, visando uma utente oriunda da Ilha de São Jorge.

A deputada centrista teve conhecimento de que uma jovem de 13 anos, acompanhada, encontrando-se na Ilha Terceira, se dirigiu ao HSEIT através da urgência pediátrica. Sendo aqui encaminhada para uma urgência de especialidade, sendo que, segundo conta a deputada jorgense, o médico especialista recusou-se a atendê-la por divergências com a Unidade de Saúde da Ilha de São Jorge­­ – mesmo apesar de competir aos hospitais integrantes do Serviço Regional de Saúde a prestação de cuidados de saúde diferenciados aos utentes que lhes sejam referenciados por outras entidades prestadoras de cuidados de saúde ou a eles recorram diretamente, segundo a parlamentar.

O CDS-PP/Açores entende que os utentes de São Jorge não devem ser prejudicados pelas opções do Conselho de Administração da Unidade de Saúde de Ilha e que a Secretaria Regional da Saúde, no exercício das funções de tutela, deve estabelecer procedimentos que previnam a repetição de situações desta natureza.

GI CDS-PP Açores/RL Açores

Comment here