Home / Cultura / “Chavão – Marcador de Pão e de Histórias” – exposição “coletiva” do Museu Francisco de Lacerda está patente até ao final de setembro (c/áudio)
“Chavão – Marcador de Pão e de Histórias” – exposição “coletiva” do Museu Francisco de Lacerda está patente até ao final de setembro (c/áudio)

“Chavão – Marcador de Pão e de Histórias” – exposição “coletiva” do Museu Francisco de Lacerda está patente até ao final de setembro (c/áudio)

Objeto que é símbolo das tradições jorgenses e uma marca da sua identidade como povo de fé no Espírito Santo – é assim que é dado a conhecer o Chavão na Exposição do Museu Francisco de Lacerda.

Mas afinal o que é exatamente um chavão? Catarina Rosa, do Museu Francisco Lacerda, respondeu a esta pergunta da RL Açores.

Nesta exposição são apresentados mais de cinquenta chavões, todos eles diferentes e com uma grande alusão ao Divino Espírito Santo. Muitas das marcas, chamemos-lhes assim, já muitos tiveram oportunidade de ver nos Bolos de Véspera que são distribuídos em várias festividades do Divino Espírito Santo na ilha de São Jorge.

Nesta exposição estão patentes chavões de artesãos de todas as freguesias de São Jorge que foram cedidos por várias pessoas ao Museu, sendo esta a grande singularidade desta mostra, como nos conta Catarina Rosa.

Os chavões têm a particularidade de serem esculpidos à mão, podendo ou não ser torneados, sendo que ainda hoje há quem se dedique a esta arte.

 “Chavão – Marcador de Pão e de Histórias”” é uma exposição que está patente até ao final de setembro no Museu Francisco de Lacerda e que pretende aproximar os visitantes do património cultural que os rodeia.

 

 

 

Liliana Andrade/RL Açores

Imagens: ©Museu Francisco de Lacerda

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top