Home / Politica / Comunicado de Imprensa: BE exige que Governo Regional defenda os trabalhadores da PT nos Açores
Comunicado de Imprensa: BE exige que Governo Regional defenda os trabalhadores da PT nos Açores

Comunicado de Imprensa: BE exige que Governo Regional defenda os trabalhadores da PT nos Açores

 

A deputada do Bloco de Esquerda, Zuraida Soares, após reunião com o SINTTAV-Açores (Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Telecomunicações e Audiovisual), considerou que a situação que se vive atualmente na PT equivale a um “autêntico faroeste liberal executado e implementado pela Altice que, não por acaso, rima com aldrabice”.

A parlamentar acredita que esta situação está a por em causa a dignidade de trabalhadores que muito deram à empresa ao longo de 10, 20 ou 30 anos. Para Zuraida Soares a Altice está a realizar um “despedimento coletivo encapotado, pretensamente à luz da lei, escolhendo trabalhadores a dedo para os colocar estacionados a olhar para uma parede e está a utilizar abusivamente a figura da transmissão de estabelecimento.” “Este país não é um faroeste, é um Estado de Direito”, afirmou Zuraida Soares.

Para Zuraida Soares, nos Açores existem duas obrigações: a obrigação da Inspeção Regional do Trabalho cumprir a sua função e averiguar o que está a acontecer aos trabalhadores da PT nos Açores, que são mais de 200. Outra obrigação é a que cabe ao Governo Regional, que deve, de todas as forma possíveis, alertar o próprio Governo da República para este aproveitamento perverso do Código do Trabalho que põe em risco dezenas de famílias também nos Açores.

Zuraida Soares afirmou que o Bloco de Esquerda fará tudo o que lhe for possível para não permitir esta situação, nos Açores e na República, anunciando que o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda irá solicitar à Inspeção Regional do Trabalho (IRT) o último ato inspetivo realizado à PT nos Açores no sentido de averiguar se a IRT confirmou o que se está a passar na empresa e se atuou em conformidade. A deputada anunciou ainda uma iniciativa parlamentar no sentido de exigir ao Governo Regional “que interceda de todas as formas possíveis junto do Governo da República para que a indignação que o Primeiro Ministro demonstrou relativamente a este faroeste laboral se concretize em ações concretas na defesa destes trabalhadores.”

 

GI BE Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top