Construtor de São Jorge frequentou Curso de “Luteria” no Brasil

Raimundo Leonardes, natural do Topo, Ilha de São Jorge, é um dos construtores de instrumentos da nova geração mais reconhecido nos Açores. As suas Violas da Terra possuem características de sonoridade, afinação e construção que o tornam já uma referência no panorama da construção regional.

Para além disso, é um dos grandes pioneiros na “eletrificação” das Violas da Terra, com excelentes resultados práticos para a mobilidade dos artistas em palco e para uma melhor captação do som do instrumento em palcos e contextos que o exijam.

De 18 a 24 de janeiro o construtor esteve a frequentar o “Curso de Luteria” ministrado por Luciano Borges, no Brasil, com o objetivo de expandir a sua formação na construção de instrumentos, nomeadamente no Violão e Viola Caipira, os instrumentos base deste curso.

Neste curso aprende-se a fundo todos os pormenores inerentes à construção. Desde a escolha de madeiras, técnicas de trabalho como o corte, colagem, envernizamento, reforços da caixa, reforços das ilhargas, vias sonoras do tampo, entalhe do braço e muitos outros.

De forma prática e intensiva, durante uma semana, todos os alunos constroem os seus próprios instrumentos sob a orientação do Professor Luciano Borges e uma equipe de Luthiers disponíveis para auxiliá-lo durante todo o processo. Este é o “15.º Curso de Luteria de Viola e Violão”, conta com um limite de 12 inscritos, e, no final do curso, cada formando traz consigo o instrumento construído.

Apesar da técnica de construção de Raimundo Leonardes ser já bastante desenvolvida, e de qualidade reconhecida, este Luthier Jorgense acredita que ainda tem margem para progredir. Com esta convicção assumiu, ele próprio, todas as despesas de deslocação e de inscrição neste curso, procurando uma formação mais específica e profissional que não existe na região.

Ao mesmo tempo, adquire outras perspectivas, novas ideias e conhecimentos quanto a outras formas de melhorar os processos que já domina na construção de instrumentos musicais, que serão uma mais valia para as Violas da Terra que constrói e outros instrumentos de corda, e que podem ainda vir a ser partilhadas com outros construtores da nossa Região, caso se criem condições para formações na área ao nível Açores.

Freewebs/RL Açores

Fotografias: ©Direitos Reservados

Deixe uma resposta