Home / Açores / Corvo sem desempregados inscritos serve de motivação para continuar trabalho nas outras ilhas, afirma Vasco Cordeiro
Corvo sem desempregados inscritos serve de motivação para continuar trabalho nas outras ilhas, afirma Vasco Cordeiro

Corvo sem desempregados inscritos serve de motivação para continuar trabalho nas outras ilhas, afirma Vasco Cordeiro

O Presidente do Governo anunciou que esta quinta-feira, 7 de abril, dia em que se realizou a reunião com o Conselho de Ilha do Corvo, não se encontrava nenhum Corvino desempregado inscrito na Agência de Emprego, um facto que serve de incentivo para continuar este trabalho nas outras ilhas da Região.

“Esta é uma situação que dá bem nota do trabalho e do trajeto que foi feito ao longo deste tempo e que constitui um incentivo para que, nas outras ilhas da Região, continuemos a trabalhar para conseguir estes bons resultados”, afirmou Vasco Cordeiro aos jornalistas.

Após a reunião com o Conselho de Ilha, realizada no âmbito da visita estatutária ao Corvo, o Presidente do Governo salientou que este trajeto é, também, fruto de um conjunto de medidas que o Governo dos Açores tem tomado e que têm produzido resultados ao longo da atual legislatura.

Sobre a visita ao Corvo, que decorre depois da visita estatutária à ilha das Flores, Vasco Cordeiro considerou que tem permitido fazer o acompanhamento de assuntos muito concretos que, desde a anterior visita, em 2015, tiveram seguimento por parte do Governo, assim como para fazer um balanço das ações e das medidas desenvolvidas nos últimos anos, uma vez que se está no ano que conclui esta primeira legislatura.

“Este é um balanço positivo em que há um conjunto de compromissos que foram assumidos que estão em diferentes fases de concretização. Acreditamos que, em matérias que são importantes para o Corvo, como as condições de operacionalidade do Porto, o Eco-Museu, a requalificação do Serviço de Apoio Domiciliário da Santa Casa da Misericórdia e a nova Creche e Jardim de Infância, entre outros, estarão já em fase de concretização física nos próximos tempos”, afirmou.

“Isso é importante porque dá nota deste cumprimento dos compromissos que foram assumidos e, em relação àqueles que tenham um deslizamento ao nível da concretização, cá está o Governo para prestar contas”, frisou Vasco Cordeiro.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top