Home / Crónicas / Crónica de Opinião – 08 de novembro de 2013

Crónica de Opinião – 08 de novembro de 2013

As palavras do João – Lembranças tristes de uma triste figura

açores_radio_lumena_noticias_turismo_ilha_cronica_João_Gago_CâmaraNas minhas deambulações pelos caminhos e atalhos da net, pesquisando e achando, fui parar a uma notícia que, sinceramente, me fez pasmar. Otelo, numa entrevista dada ao “Jornal de Negócios” em 21 de Abril de 2011, elogia a inteligência e a honestidade de Salazar.

O “capitão de Abril” sublinha, e cito, que “precisávamos de um homem com a inteligência e honestidade do ponto de vista do Salazar, mas que não tivesse a perspectiva que impôs, de um fascismo à italiana (…) Alguém que fosse um bom gestor de finanças, que tivesse a perspectiva de, no campo social, beneficiar o povo, mesmo e sobretudo em detrimento das grandes fortunas”. Salazar, certamente às voltas na campa, vê-se agora elogiado pelo alegado líder das FP 25 de Abril, organização terrorista que pôs Portugal a tremer com 17 assassinatos de inocentes, tendo o senhor Saraiva ido parar à cadeia e sendo despromovido, como bem o mereceu, a tenente coronel – estávamos em 1984.

Recorde-se que, após a destituição de Borges Coutinho de governador civil dos Açores por intervenção de Pinto de Magalhães, Otelo Saraiva de Carvalho apoiou a prisão anti-democrática dos então vinte e nove organizadores da grande manifestação da lavoura nos Açores que não aceitavam a reforma agrária em curso, com famílias a serem surpreendidas às 3 da manhã por jipes e camiões carregados de tropa armada até aos dentes, que subia escadas acima de casas de família para ir buscar os visados aos seus quartos de cama.

Tinha eu 19 anos e de uma hora para a outra achei-me o homem da casa ao ver o meu pai, um desses vinte e nove, sendo levado de arrasto por militares em fatos de guerra misturados connosco em pijama,  filhos, mãe e uma avó paterna idosa,  que, face ao sucedido, perdeu a fala, felizmente que só por algumas horas.

Transportaram então os “fascistas” para o estabelecimento prisional da Terceira. Mas encontrei outra interessante do revolucionário Otelo, ex-organizador da FUP – Força de Unidade Popular. E pasme-se novamente – sua excelência pertenceu à Legião Portuguesa, milícia marcadamente fascizante do Salazarismo e bem conhecida pelo apoio que prestava à PIDE. O regresso do filho pródigo? O forcado do diabo que o julgue!

João Gago da Câmara

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top