“Desconhecimento das políticas governativas revela falta de preparação do PSD/Açores”, considera André Bradford

O Vice-Presidente do PS/Açores apontou esta segunda-feira,em Ponta Delgada, a falta de preparação do líder dos social-democratas em relação à ação governativa: “o deputado Duarte Freitas tem revelado falta de preparação e desconhecimento relativamente a diversas áreas governativas ao longo dos últimos meses, mas as suas recentes declarações sobre os programas ocupacionais existentes na Região demonstram, além disso, uma preocupante tentativa de fazer política à custa da dignidade dos Açorianos neles inscritos, que não pode deixar de ser denunciada”.

André Bradford disse que “não é verdade que os desempregados inscritos em programas ocupacionais não beneficiem de alguns direitos básicos, como por exemplo o de “assistir ao nascimento de um filho ou estar presente no funeral de um familiar”, como referiu, cheio de indignação, o deputado Duarte Freitas”, realçando que “à semelhança do que acontece com qualquer cidadão empregado, os inscritos nos referidos programas podem assistir ao nascimento de um filho ou acompanhar o funeral de um familiar, sendo a falta considerada justificada”.

De acordo com o Vice-Presidente do Partido Socialista dos Açores, os inscritos em programas ocupacionais dispõem também do direito a férias e a dispensas, sem perda de remuneração, se participarem em atividades como, por exemplo, as tradicionais romarias quaresmais. Podem igualmente dispor de dois dias pagos por mês para procurarem emprego.

“Além de não saber do que fala, o deputado Duarte Freitas não consegue perceber que os programas ocupacionais foram criados precisamente para reforçar a dignidade e a confiança daqueles que, infelizmente, não conseguiram ainda empregar-se”, afirmou André Bradford.

Para o PS/Açores, os cidadãos que estão integrados em programas ocupacionais não só dispõem de condições de estabilidade para enfrentarem o difícil desafio da procura de trabalho, como fortalecem a sua “autoestima e a sua integração social”.

O Vice-Presidente socialista salientou que “as políticas que o PS/Açores desenvolveu, nestes anos de dificuldades, garantiram a muitos cidadãos uma fonte de rendimento e permitiram uma redução muito significativa da taxa de desemprego”.

Em 2015, os Açores foram a região do país que registou a maior descida na taxa de desemprego. André Bradford acusa o PSD de lidar “muito mal com esta realidade e não sabe como atingir o Governo do PS nesta matéria”.

“Percebemos o seu incómodo político, mas não podemos admitir que, em desespero, o faça utilizando, sem fundamento, os cidadãos inscritos em programas ocupacionais, a sua difícil circunstância e as suas legítimas preocupações”, concluiu o Vice-Presidente do PS/Açores.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta