Home / Açores / Desemprego nos Açores regista redução de 31 por cento em apenas dois anos 
Desemprego nos Açores regista redução de 31 por cento em apenas dois anos 

Desemprego nos Açores regista redução de 31 por cento em apenas dois anos 

O Vice-Presidente do Governo salientou a “nova redução” da taxa de desemprego nos Açores, onde, segundo dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística, “se continua a registar uma significativa recuperação e retoma do emprego”.

Sérgio Ávila apontou o facto de a taxa de desemprego apurada no final de março ser “2,5 pontos percentuais inferior ao verificado um ano antes, o que representa uma redução de 17 por cento da taxa de desemprego homóloga e 5,6 pontos percentuais inferior à verificada há apenas dois anos”, para realçar uma redução de 31 por cento da taxa de desemprego na Região em apenas dois anos.

“Existiam em março menos 3.680 Açorianos desempregados do que um ano antes (menos 20 por cento), e menos 6.772 desempregados do que há apenas dois anos (menos 31 por cento)”, frisou Sérgio Ávila.

O Vice-Presidente salientou, por outro lado, que se regista, pelo nono trimestre consecutivo, um crescimento da população empregada face ao mesmo trimestre do ano anterior.

“Efetivamente, há mais 6.631 Açorianos empregados do que havia há apenas dois anos”, disse Sérgio Ávila, acrescentando que “a taxa de desemprego atual de 12,4 por cento é inferior à do trimestre anterior (12,6 por cento) e à verificada há um ano (14,9 por cento) e muito inferior à registada há dois anos (18 por cento).”

O governante salientou ainda que a taxa de desemprego nos Açores deixou de estar acima da média nacional e é já inferior às regiões Norte, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Madeira.

“Estes resultados, que confirmam a trajetória sustentada de redução do desemprego, sendo positivos, correspondem a uma tendência que o Governo dos Açores pretende reforçar ainda mais este ano”, afirmou Sérgio Ávila, para quem “o que foi conseguido deve apenas aumentar o empenho, a determinação e a vontade de incrementar ainda mais as políticas ativas de criação de emprego, de forma a que a diminuição do desemprego seja ainda mais acentuada”.

“Existindo hoje mais 5.392 Açorianos empregados do que no início desta legislatura, e verificando-se que, a partir do segundo trimestre de 2015, o número de Açorianos empregados é sempre superior ao que se registava desde o terceiro trimestre de 2011, ou seja, dos últimos quatro anos, reafirmamos, no entanto, que enquanto houver um Açoriano desempregado não estaremos satisfeitos e tudo faremos para encontrar uma solução, como já conseguimos para os milhares de Açorianos que conseguiram emprego ao longo desta legislatura”, afirmou o Vice-Presidente do Governo.

GaCS/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top