Home / Destaque / Desenvolvimento do turismo tem de ser “sustentável e duradouro”
Desenvolvimento do turismo tem de ser “sustentável e duradouro”

Desenvolvimento do turismo tem de ser “sustentável e duradouro”

 

O deputado do PSD/Açores, António Pedroso, defendeu que o desenvolvimento turístico do arquipélago deve ser “sustentável e duradouro”, realçando a importância que o setor “tem e poderá representar no futuro da economia da Região”.

Recordando que o Turismo açoriano “apresentou este ano os melhores resultados de sempre, superando o recorde obtido em 2008”, o social-democrata considera “crucial” para a economia de todas as ilhas, “que este governo seja capaz de manter, aumentar e gerir o setor, de forma a que esta conquista prolifere em anos futuros”.

Para tal, adiantou o deputado, “é preocupante que o programa de governo que analisamos, numa ânsia de tudo assinalar, não concretize as metas a atingir”, lamentou.

“Depois de anos de teimosa renegação à redução das tarifas aéreas, e à vinda das ‘low-cost’ para os Açores, o governo socialista embora com alguma relutância inicial, converteu-se aos benefícios das companhias de baixo custo”, avançou António Pedroso.

O deputado espera agora que “também se concretize a redução substancial das tarifas inter-ilhas, assim como uma melhor distribuição nos reencaminhamentos, incrementando o turismo em época baixa e um maior equilíbrio entre as diferentes ilhas”.

António Pedroso realçou o aumento do número de camas na hotelaria tradicional, no turismo rural e no alojamento local, mas alertou para as preocupações dos empresários “face ao novo imposto criado pela República para taxar o alojamento local”.

“É uma séria ameaça ao desenvolvimento do setor e um entrave para a economia das empresas, numa região em que o turismo se encontra numa fase embrionária”, pelo que se espera “que este governo encontre forma de contrariar essa clara medida de austeridade nacional”.

O parlamentar denunciou que muitas das propostas apresentadas no programa de governo “já existiam há quatro anos, como é o caso da sinalização rodoviária e turística” sendo que, em São Jorge, “a pouca que havia, desapareceu e nunca mais foi reposta”.

“Em janeiro de 2014, em reposta a um requerimento apresentado por mim nesta casa, o governo informou que no segundo semestre desse ano o assunto seria solucionado. Nada foi feito, entretanto, em São Jorge”, lembrou.

António Pedroso terminou dizendo que os Açorianos decidiram, “democraticamente, atribuir ao PS a responsabilidade de governar nesta legislatura. O PSD terá a responsabilidade de fiscalizar essa governação, pelo que cumpriremos todos com as nossas responsabilidades, sendo sempre poucos para trabalhar em prol dos Açores”, concluiu.

GI PSD Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top