Ultimas
Home / Politica / Duarte Freitas acusa Governo Regional de parecer “contrariado” com a vinda das low cost para a Terceira
Duarte Freitas acusa Governo Regional de parecer “contrariado” com a vinda das low cost para a Terceira

Duarte Freitas acusa Governo Regional de parecer “contrariado” com a vinda das low cost para a Terceira

 O Presidente do PSD/Açores considerou hoje o Governo Regional ” parecer estar contrariado com o facto de as companhias aéreas low cost poderem começar em breve a voar para a ilha Terceira”.

Duarte Freitas referiu ter “estranhado, de facto, algumas declarações que o presidente do governo regional fez recentemente, nas quais pareceu estar contrariado com estas boas notícias para os terceirenses e para os açorianos. Aliás, eu próprio já tinha avançado esta possibilidade, que recentemente foi reconfirmada pelo Ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Marques Guedes, precisamente após uma audiência que o Primeiro-Ministro concedeu ao presidente do Governo Regional”, afirmou.

O líder social democrata falava após um encontro com o responsável da Casas Açorianas – Associação de Turismo em Espaço Rural”, em Angra do Heroísmo, onde fez um apelo para que o Governo Regional “seja parte da solução e não arranje problemas. O governo não pode mostrar-se contrariado com notícias que são boas para a Terceira e que abrem boas perspectivas para o turismo também nas outras ilhas da Região”, avançou.

“Esta realidade resulta de um trabalho que está a ser feito há muito tempo, e a minha expectativa natural seria de que o presidente do Governo Regional, e o restante executivo, ficassem satisfeitos com a vinda das low cost também para a Terceira”, disse Duarte Freitas.

O presidente do PSD/Açores criticou o facto do Governo Regional “estragar quase tudo em que mexe, numa espécie de toque de Midas ao contrário. Mesmo que não estrague, não responde devidamente”, expressou.

“E isso está à vista com as queixas em relação aos transportes aéreos internos e marítimos internos, que são imensas, com avarias recorrentes e muitas dificuldades na reposição das operações. A isso juntam-se as notícias de dificuldades para marcar viagens, além do seu preço continuar bastante elevado”, salientou.

Duarte Freitas voltou a criticar “o estrangulamento levado a cabo pela SATA nas ligações interilhas”, lembrando que “o plano estratégico da empresa até previa a dispensa de um avião nos Açores. Ora, imagine-se o que seria se isso tivesse acontecido”, concluiu.

GI PSD Açores/RL Açores

 

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top