Ultimas
Home / Politica / Duarte Freitas defende “nova etapa” na Autonomia açoriana
Duarte Freitas defende “nova etapa” na Autonomia açoriana

Duarte Freitas defende “nova etapa” na Autonomia açoriana

O presidente do PSD/Açores defendeu este domingo a necessidade de se abrir uma “nova etapa” na Autonomia regional, com uma governação que ajude os açorianos “a ser melhores” e garanta “igualdade de oportunidades” a todos os cidadãos.

“Esta nova etapa da Autonomia Regional deve apostar na capacitação dos que nascem e vivem nos Açores, garantindo as bases para a sua realização como pessoa, como ser humano, livre de dependências sociais, políticas ou económicas”, afirmou Duarte Freitas, durante a sessão evocativa dos 40 anos da Autonomia que decorreu na Horta.
O candidato social-democrata a presidente do governo salientou que “está nas mãos dos açorianos a mudança necessária que permita ter esperança num futuro mais promissor, onde a justiça social e a igualdade de oportunidades sejam uma realização e uma vivência do dia-a-dia dos açorianos”.
“As próximas décadas, que começam agora, são um novo ciclo de aposta em cada açoriano, como pessoa completa, plena de capacidades para se realizar neste mundo. Teremos de virar a governação para as pessoas. A pessoa e cada açoriano são o nosso maior património e riqueza”, frisou.
Duarte Freitas lembrou que “temos órgãos de governo próprio para nos ajudar a ser melhores e não para nos condicionar e castrar a ambição”, desafiando os açorianos a aproveitarem as oportunidades da Autonomia para “não ficarmos no mesmo”.
“Precisamos de um governo e de uma governação que aposte na autonomia de cada açoriano, de cada pessoa. Este é o nosso projeto. Esta é a minha ambição. Estamos determinados em cumprir esta obrigação açoriana”, garantiu o candidato a presidente do governo.
O líder social-democrata açoriano garantiu que esta é a sua “ambição” e que o PSD/Açores está “determinado” em cumprir o que considera ser uma “obrigação açoriana”.
“Queremos que a saúde pública, que o nível de educação, que o desempenho profissional dos açorianos, que a sua relação com os outros, que a sua relação com o Estado e com a Administração Pública o façam um ser humano pleno de capacidades e de confiança, preparado para competir e viver num mundo global”, explicou.
Para o presidente do PSD/Açores, a “Autonomia e os órgãos de governo próprio não são o fim, mas o meio de cumprirmos o sonho de ser portugueses felizes e realizados aqui no meio do Atlântico”. E acrescentou: “Temos de dar a mão a quem precisa. Sempre. Mas não temos o direito de prender as mãos de ninguém para o jugo da dependência”.
Em dia de evocação da Autonomia dos Açores, Duarte Freitas deixou ainda um aviso: “O Governo é dos Açores, mas os Açores não são do Governo”. O mesmo é dizer que “não há novas fatalidades. Temos de ser livres e autónomos não apenas de Lisboa, mas de todos os que se julgam donos das vontades dos açorianos”.
GI PSD/Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top