Home / Destaque / “É preciso apostar e valorizar a carne” dos bovinos da Raça Ramo Grande, considera João Sequeira (c/áudio)
“É preciso apostar e valorizar a carne” dos bovinos da Raça Ramo Grande, considera João Sequeira (c/áudio)

“É preciso apostar e valorizar a carne” dos bovinos da Raça Ramo Grande, considera João Sequeira (c/áudio)

No decorrer do evento do 1º Dia do Criador da Raça Ramo Grande, João Sequeira, Presidente da Associação de Criadores do Ramo Grande, mostrou-se satisfeito pela organização do evento.

João Sequeira afirmou que é importante apostar na carne desta raça, de modo a valorizá-la e trazer mais lucro para os produtores e mais-valias para os consumidores.

 

João Sequeira, que é também criador da raça Ramo Grande falou um pouco sobre a sua evolução, acreditando igualmente que “é uma raça com futuro”.

 

De salientar que este animal autóctone foi introduzido nos Açores aquando do povoamento das ilhas, no século XV, e, dadas as características insulares e o isolamento geográfico, adquiriu características específicas que deram origem aos bovinos Ramo Grande.

Uma raça com fortes características culturais, não só por estarem ligados ao trabalho na terra mas também por estarem ligados à parte etnográfica e nomeadamente aos cortejos em época do Espirito Santo, facto que ainda hoje é bem visível, mas uma raça que foi evoluindo e que hoje em dia a maior aposta dos produtores assenta na produção de carne, tal como indicou o presidente da Associação de Criadores do Ramo Grande, João Sequeira.

Liliana Andrade/RL Açores

 

 

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top