Home / Destaque / EBS da Calheta celebra Dia da Comunidade Educativa
EBS da Calheta celebra Dia da Comunidade Educativa

EBS da Calheta celebra Dia da Comunidade Educativa

A Escola Básica e Secundária da Calheta comemora, no próximo dia 4 de Abril, o Dia da Comunidade Educativa, promovendo atividades lúdicas e educativas propostas e desenvolvidas pelos alunos, visando a valorização e a preservação do património cultural de São Jorge.

O Dia da Comunidade Educativa foi instituído na Escola Básica e Secundária da Calheta no âmbito do Heranças, programa de Educação Para o Património, que tem a particularidade de resultar de reptos da comunidade à escola, visando a defesa do património local e que se estrutura numa rede de partilha de recursos científicos e educativos, respondendo à necessidade de promoção de uma consciência de pertença, assente no que é identitário: o património natural, cultural, histórico e paisagístico da comunidade local.

De acordo com a nota de imprensa divulgada pela EBS da Calheta, o programa do Dia da Comunidade Educativa deste ano letivo terá, no período da manhã, diversas atividades, nomeadamente o Torneio de Jogos Tradicionais, sob a coordenação da Associação de Estudantes, a projeção e o debate do filme “A Antropóloga” e a divulgação dos critérios de certificação do queijo de São Jorge que contará com a colaboração da Confraria do Queijo de São Jorge. A projeção e o debate do filme brasileiro “A Antropóloga” estará a cargo dos alunos de Sociologia que o utilizarão como um pretexto para promover o conhecimento do imaginário popular açoriano relacionado com feiticeiras, lobisomens, almas penadas e outras superstições, uma herança cultural de que as escolas raramente falam e com a qual nem sempre têm uma relação transparente e isenta de preconceitos.

Decorrerá ainda pelas 14horas numa sessão aberta à toda a comunidade, uma palestra com o Professor Doutor Avelino Meneses sobre a importância de se promover o conhecimento da história local, tomando como ponto de partida o seu livro “A Ilha de São Jorge – Uma síntese Histórica”, editada recentemente por Letras Lavadas, editora de Ponta Delgada.

Depois da palestra serão apresentadas três publicações  referentes aos 50 anos da crise sísmica de 1964.

EBS Calheta/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top