Em noite eleitoral abstenção foi a grande vitoriosa – São Jorge não foi exceção com taxa de abstenção de 47,63%

Numa noite em que o PS conquistou a sua quinta maioria absoluta, em que o Bloco de Esquerda passou de Representação Parlamentar a Grupo Parlamentar com a eleição de dois deputados e em que o CDS-PP elegeu 4 deputados, houve alguém que arrecadou uma vitória ainda maior, a abstenção.

Este ano a taxa de abstenção bateu mesmo recordes ao atingir os 59,16%, ultrapassando os 53,34% registados em 2008, que até agora era o valor mais elevado.

Dos 228.160 inscritos, apenas foram hoje às urnas 93.189 eleitores e 134.971 abstiveram-se. Nas eleições de 2012, a abstenção situou-se nos 52,14%, com 117.371 eleitores dos 225.127 inscritos a optarem por não votar.

Longe vai o ano em que se registou a mais baixa taxa de abstenção, foi em 1980 quando penas 22,9% dos eleitores optou por não votar.

Também em São Jorge a abstenção foi bastante elevada, tendo chegado aos 47,63%, ou seja, dos 8645 eleitores inscritos apenas 4527 exerceram o seu direito de votar e outros 4118 não foram às urnas.

Na ilha 90 votos foram brancos e 131 foram considerados nulos.

Em 2012 a taxa de abstenção em São Jorge tinha sido de 40,92% e em 2008 de 38,96%.

Na generalidade das freguesias da ilha a abstenção situou-se entre os 40 e os 50%, havendo casos em que ultrapassou mesmo os 50%.

Liliana Andrade/RL Açores

Imagem: ©DR

Deixe uma resposta