Empresários de São Jorge reclamam melhores transportes de mercadorias

Os empresários da Calheta assistiram à falta de mais uma escala no porto da Vila, depois de três semanas sem ligações dos Transportes Marítimos Graciosenses (TMG) à ilha.

O presidente do núcleo empresarial de São Jorge, Mário Veiros declarou à RTP Açores que até sexta-feira passada a empresa informou que ia fazer operação na Calheta. No entanto, quarta-feira de manhã, os empresários que esperavam pelo navio, receberam a informação que afinal o navio não atracaria no porto da Calheta. A empresa de Transportes Marítimos Graciosenses não deu qualquer justificação.

Mário Veiros afirmou ainda que “antes havia alguma previsibilidade, nós sabíamos quando íamos receber carga, agora ninguém sabe onde quando e como vamos receber a nossa carga.”

O Núcleo empresarial da Ilha de São Jorge insiste na alteração ao modelo de transporte marítimo de carga, dando como solução viável,  a obrigação de serviço público por parte da TMG e pede a intervenção do Governo Regional.

RTP Açores/RL Açores

Fotografia: Mark Marques/Info Fajãs

Deixe uma resposta