DestaqueLocal

Encontradas caixas suspeitas de conter material bélico ao largo de São Jorge

Esta foi uma tarde de agitação no porto das Velas, em São Jorge. Foram recolhidas por uma embarcação de recreio duas caixas com indicações de conterem material bélico de “alguma perigosidade”, de acordo com Vieira Branco, Capitão do Porto da Horta.

Perante esta situação a autoridade marítima tomou as medidas tidas por adequadas, chamando uma equipa de mergulhadores da marinha, que se encontrava em São Miguel. Essa mesma equipa deslocou-se para São Jorge na madrugada de domingo a bordo de uma Corveta da Marinha.

Uma das caixas encontrava-se aberta e sem nada dentro, no entanto a outra caixa estava lacrada, o que poderia indiciar que contivesse algum tipo de material bélico.

Ao serem rebocadas para o porto das Velas a caixa que estava fechada afundou-se na baía, tendo a outra caixa, que estava visivelmente vazia, sido transportada para terra.

No entanto, não passou de um falso alarme, uma vez que se veio a confirmar mais tarde e após as operações que a caixa lacrada também estava vazia.

O porto das Velas esteve mesmo encerrado entre o meio-dia e as 14h por questões de segurança.

“Efetivamente a caixa estava vazia, no entanto como estava fechada não se podia partir do princípio que não tinha nada, antes pelo contrário. A segurança implicava tomar aquilo como existência de risco”, tendo sido “tomados todos os procedimentos de forma a garantir a segurança do porto e das pessoas”, afirmou o capitão Vieira Branco.

LA/RL Açores

Comment here