Ultimas
Home / Desporto / Encontrados os vencedores da primeira etapa da Douarnenez Horta Douarnenez Solo 2016
Encontrados os vencedores da primeira etapa da Douarnenez Horta Douarnenez Solo 2016

Encontrados os vencedores da primeira etapa da Douarnenez Horta Douarnenez Solo 2016

 Até ao início da noite de domingo, 4 de setembro, já deram entrada no Porto da Cidade da Horta, nove dos veleiros da Classe Figaro Bénéteau que compõe a frota da regata de vela internacional Douarnenez – Horta 2016, para velejadores solitários.

Charlie Dalin foi o primeiro a cortar a meta, pelas 18h17 locais deste domingo, após 8 dias, 6 horas, 17 minutos e 59 segundos de viagem no mar. Seguiu-se, no segundo lugar do pódio, Nicolas Lunven, com chegada à Horta pelas 18h33, pondo termo à sua viagem de 8 dias, 6 horas, 33 minutos e 10 segundos. Sébastien Simon fechou o pódio, na terceira posição, tendo cortado a meta pelas 19h22 locais, com o tempo de viagem de 8 dias, 7 horas, 22minutos e 53 segundos.

Destaque ainda para o velejador Corentin Douguet, que cortou a meta em quarto lugar, um minuto e meio após o terceiro. O último lugar do pódio ficou decidido a cerca de 200 metros da linha de chegada, com Douguet a ser ultrapassado por Simon, sendo-lhe renegado um lugar nos três primeiros.

Aguarda-se a chegada de quatro velejadores durante a madrugada desta segunda-feira, 5 de setembro, e de um último velejador, que segue mais afastado da frota, esperando-se que corte a meta no início da noite de segunda-feira.

É importante referir que a velejadora Justine Mettraux, já fora da competição devido a problemas técnicos, decidiu continuar a viagem até à Horta, sendo esperada a sua chegada a partir de terça-feira, 7 de setembro.

Esta é a primeira edição da regata de vela Classe Figaro Bénéteau da “Douarnenez Horta Douarnenez Solo”, prova integrante do Campeonato de França de regatas de alto mar, e que foi antecedida em 2014 pela “Lorient Horta Solo”, largando da cidade francesa que foi ponto de escala da última Volvo Ocean Race.

Esta regata envolveu um total de 17 navegadores de alta competição na vela offshore, sendo 16 franceses e uma de nacionalidade suíça, tendo sido afetada na rota percorrida pelo Furacão Gaston, que implicou um desvio de cerca de 400 MN para sul no trajeto entre a França e os Açores.

HN

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top